SociedadeUrbanismo

Executivo aprovou plano estratégico a uma década para a gestão do Centro Histórico

Está aprovado o novo Plano de Gestão e Sustentabilidade para o Centro Histórico do Porto, Ponte Luiz I e Mosteiro da Serra do Pilar, documento estratégico para a salvaguarda deste bem inscrito na lista do Património Mundial da UNESCO desde o dia 5 de dezembro de 1996.

Executivo aprovou plano estratégico a uma década para a gestão do Centro Histórico

Documento estabelece as prioridades para o território classificado como Património Mundial da UNESCO.

Aprovação do novo plano de gestão do Centro Histórico será votada pelo Executivo

Documento perspetiva o futuro do Centro Histórico e a sua integração numa cidade dinâmica e em mudança.

Novo Plano de Gestão e Sustentabilidade do Centro Histórico em exposição no dia 26

O novo Plano de Gestão e Sustentabilidade do Centro Histórico, desenvolvido pelo Município do Porto através da Porto Vivo, SRU, vai ser apresentado no Dia Nacional dos Centros Históricos.

Propostas para intervenção nas Avenidas Atlânticas abertas a auscultação pública

Os cidadãos podem dar a sua opinião na plataforma avenidasatlanticas.cm-porto.pt até ao final do mês de março.

Separação de modos procura assegurar segurança de circulação nas Avenidas Atlânticas

Propostas para reconversão das avenidas do Brasil e de Montevideu estão em auscultação pública até 31 de março.

Reconversão das Avenidas Atlânticas apresentada em sessão pública

Propostas do município serão conhecidas nesta quinta-feira, 10 de março, pelas 18,30 horas, na Universidade Católica Portuguesa.

Lançado concurso público para estabilização do talude da Arrábida

A Câmara do Porto, através da GO Porto - empresa municipal de Gestão e Obras do Porto, lançou, esta quarta-feira, o concurso público para a empreitada de Estabilização do Talude da Arrábida, com publicação do anúncio no Diário da República (DR).

Cine-Teatro Vale Formoso e o Conjunto no Ouro classificados de interesse municipal

O Cine-Teatro Vale Formoso e Grupo de Moradias, bem como o Conjunto no Ouro estão classificados como conjuntos de interesse municipal, pelo seu valor cultural de significado relevante. Os respetivos editais foram hoje publicados em Diário da República.

Câmara invoca interesse público contra providência cautelar para travar concessão de publicidade em mobiliário urbano

Está em causa adjudicação dos contratos de concessão de publicidade em mobiliário urbano.