Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Voltalia, a multinacional que tem no Porto um hub solar, foi eleita empresa do ano
19-12-2019

A multinacional da área das energias renováveis Voltalia, que instalou no Porto um centro de competências solar em maio deste ano, acaba de ser distinguida pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa (CCILF) com o prémio "Empresa do Ano 2019", que reconhece assim o investimento feito na cidade e no país.


Na Invicta, a companhia recrutou para a equipa cerca de 120 quadros especializados em engenharia, compras, construção, gestão de produção, manutenção e distribuição de equipamentos. E na busca pelas instalações - localizadas na Avenida do Marechal Gomes da Costa, onde dispõe de cerca de 1.300 metros quadrados de área - contou com o apoio da InvestPorto, gabinete municipal de atração de investimento.


Para Sébastien Clerc, CEO da multinacional, "este prémio é um reconhecimento da bem-sucedida jornada da Voltalia em Portugal desde 2016, o ano da aquisição da Martifer Solar. Com esta aquisição e os sucessos alcançados desde então, a Voltalia é hoje uma empresa reconhecida na construção e operação de parques solares".


A Voltalia conta com mais de 200 colaboradores só em Portugal (a maior parte no Porto), que atuam a nível mundial em projetos de manutenção local e internacional, tanto para clientes externos como para projetos Voltalia. A título de exemplo, as equipas locais foram mobilizadas, nos últimos três anos, para trabalhar em projetos de energia desenvolvidos em vários países da Europa, África e América Latina e, mais recentemente, na Albânia, Grécia, Egito e Quénia.


O prémio "Empresa do Ano" foi concedido na 12.ª Gala da CCILF a Yoni Ammar, diretor de Investimento em Vendas de Ativos e Financiamento da Voltalia, na presença de Valérie Pécresse, presidente da Região Ile de France, e Jorge Torres Pereira, Embaixador de Portugal em França.


Fundada em 2005 e cotada em bolsa, a multinacional francesa tem dado particular atenção a projetos sociais e para uma economia sustentável e renovável. O core business da empresa é a produção e comercialização de eletricidade gerada por energia eólica, solar, hidroelétrica e de biomassa.