Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

U.Porto vai disponibilizar testes serológicos à comunidade académica
27-04-2020

Com início a 4 de maio, os docentes, trabalhadores não docentes e estudantes da U.Porto poderão realizar, de forma gratuita, testes serológicos para determinar o seu nível de imunidade ao novo coronavírus.


Assim, a Universidade do Porto será uma das primeiras instituições em Portugal a providenciar testes de imunidade à Covid-19 para a sua comunidade académica.

Esta é uma iniciativa conjunta da Reitoria e do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) que permite que qualquer membro da U.Porto que necessite de retomar atividades presenciais nas instalações da instituição poderá realizar, gratuitamente, um teste serológico que permita aferir o grau de exposição de cada pessoa à Covid-19.

Este será também um primeiro passo para o subsequente estudo do nível de imunidade da população portuguesa.

Os testes serológicos detetam anticorpos que tenham sido produzidos pelo sistema imunitário, quando em contacto com o novo coronavírus, assim identificando as pessoas que terão sido portadores da Covid-19, ainda que não tenham manifestado sintomas da doença. Os testes necessitam apenas da recolha de umas gotas de sangue, através de uma picada no dedo, tal como os testes de glicose realizados pelos doentes diabéticos.

O ISPUP iniciará, neste dias, uma fase de experimentação para aferir os métodos laboratoriais e procedimentos necessários para disponibilizar os testes à comunidade académica, pelo que se seguirá a determinação dos locais, nos diversos edifícios da Universidade do Porto, onde será possível, a partir de maio, os membros da comunidade académica realizarem o seu teste serológico.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior determinou que as instituições científicas e de ensino superior têm até ao final de abril para "elaborar planos para levantamento progressivo das medidas de contenção atualmente existentes, incluindo a reativação faseada de atividades letivas e não letivas com presença de estudantes" a partir de 4 de maio de 2020.