Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Projeto Orgânico quer recuperar 5.600 toneladas de biorresíduos em zonas residenciais do Porto
26-06-2019

Recuperar cerca de 5.600 toneladas/ano de resíduos, que serão utilizados na produção de um adubo natural, é a principal meta do projeto "Orgânico. - Recolha Seletiva de Biorresíduos no Porto", que pretende chegar à casa de 60.000 pessoas.


O Orgânico visa expandir a recolha seletiva de resíduos orgânicos ao setor residencial, em áreas de elevada densidade populacional, abrangendo mais de 60.000 habitantes e 35.000 alojamentos. Para tal, prevê a entrega de contentores de pequena capacidade, para facilitar a separação dos resíduos orgânicos na cozinha, e a instalação de 300 contentores de deposição de proximidade.


Paralelamente, o projeto permitirá também promover a recolha de resíduos verdes através da oferta de minibags e contentores para a deposição de restos de jardinagem.


A importância do "Orgânico. - Recolha Seletiva de Biorresíduos no Porto" acaba de ser reconhecida pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR) do Fundo de Coesão, que aprovou uma candidatura da empresa municipal Porto Ambiente para um investimento global de 1.650.557,50€ correspondente a uma taxa de cofinanciamento de 85%.


Em alinhamento com a estratégia do Município do Porto, as viaturas alocadas ao Projeto Orgânico serão movidas a gás natural, contribuindo para o objetivo de diminuição das emissões de gases com efeito de estufa.


Além disso, a implementação será acompanhada pela dinamização de campanhas de sensibilização ambiental, de modo a promover a participação da população, assim como garantir a qualidade dos resíduos recolhidos.