Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto é pioneiro no país e no mundo em Gestão Integrada de Emergências
21-07-2017

O Município do Porto é pioneiro ao nível nacional e dos primeiros no mundo a obter a certificação no âmbito da "Gestão Integrada de Emergências, nas áreas de Proteção e Socorro, Segurança Municipal e Proteção Civil". O Certificado de Conformidade UNE ISO 22320:2013 foi hoje entregue ao presidente da Câmara justamente no Centro de Gestão Integrada, que se encontra a funcionar no Batalhão de Sapadores Bombeiros.


"Dá-nos a garantia de que estamos no bom caminho, no sentido de prevenir situações de risco, numa altura que tanto se tem falado de situações de risco que subitamente levam ao descontrolo", referiu o autarca, acrescentando que esta certificação "pode tranquilizar" os cidadãos.


Rui Moreira sublinhou que tem sido feito um grande investimento em recursos, exemplo disso foi a criação do Centro de Gestão Integrada, um espaço partilhado pelas forças de socorro, segurança, proteção civil e demais entidades, que agiliza a monitorização da cidade e contribui para a articulação dos vários agentes no dia-a-dia.


"O principal são os recursos humanos e a qualidade das equipas que permitem fazer a articulação entre os meios disponíveis", sublinhou o presidente, para quem esta certificação representa "uma validação externa e que segue parâmetros internacionais. Quando assim é, ficamos mais tranquilos".


Esta certificação, ao abrigo da norma internacional, especifica os requisitos para uma resposta eficaz a incidentes, permitindo às organizações, tanto públicas como privadas, melhorar a sua capacidade para fazer face a todos os tipos de emergências.


Cândido Pires, diretor geral da empresa que certificou o Município, a LUSAENOR, explicou que esta certificação vem comprovar a eficácia do sistema de gestão da Câmara do Porto.


"É um sistema que planeia, coordena, dirige e controla a organização no que respeita à minimização dos impactos, à prevenção, à reposta de emergência e à sua recuperação", disse. 


Cândido Pires adiantou ainda que o Porto é a primeira cidade portuguesa a certificar este sistema, e provavelmente "será a primeira da Península Ibérica " e "uma das primeiras no mundo".


Esta certificação encontra-se devidamente alinhada com o Sistema de Gestão Integrado, já implementado, nos domínios da Qualidade, Recursos Humanos, Segurança e Saúde do Trabalho e Ambiente.


A norma internacional UNE-ISO 22320:2013 especifica os requisitos para uma resposta eficaz a incidentes, permitindo às organizações, tanto públicas como privadas, melhorar a sua capacidade para fazer face a todos os tipos de emergências (como por exemplo, crises, desastres e outros grandes incidentes).



 

 

Sapadores Bombeiros apresentam sistema de comunicação complementar


Os Sapadores Bombeiros do Porto apresentaram hoje um sistema de comunicação portátil a utilizar em momentos de crise, que complementa as comunicações asseguradas pelo SIRESP.


São duas caixas repetidoras de sinal e respetivas antenas que conseguem interligar pontos onde a atuação do SIRESP não chega.