Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Jardins e mata da Quinta de Nova Sintra reabrem após reabilitação profunda
22-03-2018

Os jardins e mata da Quinta de Nova Sintra, da Águas do Porto, reabriram ao público, dez meses após o início de obras de reabilitação profunda. A intervenção, um investimento de cerca de 700 mil euros, permitiu devolver um espaço verde à cidade.


Uma visita guiada pelo historiador Germano Silva e a atuação do grupo vocal juvenil pBp assinalaram ontem, Dia Mundial da Árvore, a reabertura dos jardins e mata da quinta em que está sediada a empresa municipal Águas do Porto, na Rua Barão de Nova Sintra.

A intervenção abarcou trabalhos de pavimentação, iluminação e sistema de rega, bem como significativas melhorias ao nível da flora representada. Foram ainda reabilitadas as várias fontes e a estufa existentes, além de instalado novo mobiliário urbano.

O projeto esteve a cargo dos arquitetos paisagistas Teresa Marques, Cristina Marques e Gonçalo Andrade (Faculdade de Ciências da Universidade do Porto), que contaram com o contributo do arquiteto Mário Mesquita, professor da Faculdade de Arquitetura da U.Porto.

Recorde-se que nestes jardins singulares de Nova Sintra se encontra desde julho uma escultura de Julião Sarmento, integrada na Rota da Água do Mapa de Arte Pública do Porto, um museu a céu aberto que convida a descobrir distintos espaços e obras da cidade.

Agora reabilitados, os jardins e mata da Quinta de Nova Sintra abriram hoje, Dia Mundial da Água, ao público.
Estes espaços, onde prevalece o ambiente romântico, podem ser visitadas nos seguintes horários: de segunda a sexta, das 10,00 às 18,00 horas; aos sábados, domingos e feriados das 9,00 às 19,00 horas entre abril e setembro, e das 10,00 às 18,00 horas de outubro a março. 
A entrada é gratuita.