Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Consegue perceber o que está diferente no Rivoli?
17-01-2018
O Teatro Rivoli faz anos e oferece a entrada numa série de eventos, ao mesmo tempo que abre à visita do público os seus cantos mais íntimos, onde acaba de ser operada uma profunda remodelação técnica. Mas só os mais atentos conseguirão, para já, aperceber-se do que mudou.

O 86.º aniversário deste equipamento é celebrado no sábado, dia 20, com um programa ininterrupto de eventos que começam às 11 da manhã e terminam às 4 da madrugada de domingo. Será também ocasião de mostrar ao público a profunda remodelação que acaba de ser operada nos locais mais escondidos do teatro, que passou por atualizar e modernizar as condições técnicas do Grande Auditório Manoel de Oliveira.

Feita em tempo recorde de cerca de um mês, a intervenção incidiu sobretudo na parte da mecânica de cena, da iluminação cénica e do sistema de sonorização, o que era de todo premente para adequar o palco principal do Rivoli às necessidades cada vez mais exigentes dos espetáculos que recebe. No essencial, a substituição, remodelação e atualização de equipamentos e infraestruturas resultaram numa melhoria a nível da fruição dos espetáculos por parte do público, mas que apenas as pessoas mais atentas conseguirão detetar inicialmente, como aqui confidencia o diretor técnico do Teatro Municipal do Porto (TMP), Pedro Carvalho. 

Na festa de aniversário deste sábado, o Rivoli mostrará aos visitantes esses seus espaços de bastidores que estão habitualmente vedados ao público e abrirá as portas gratuitamente a eventos de todas as disciplinar artísticas que marcarão a nova temporada do TMP. Além da estreia nacional de "El Baile", criação da coreógrafa Matilde Monnier, haverá outros espetáculos, performances, exposição e até surpresas que o diretor artístico, Tiago Guedes, aqui antecipa um pouco.