Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cláudia Varejão apresenta hoje Wanda de Barbara Loden na Feira do Livro
16-09-2018
A cineasta portuense Cláudia Varejão está esta noite na Feira do Livro do Porto, onde apresenta a partir das 21,30 horas a terceira sessão do ciclo "Sejamos realistas, exijamos o impossível - (Alguns) gritos de rebelião no cinema", que vem exibindo vários filmes de referência e com acesso gratuito.

Cláudia Varejão fará a introdução de "Wanda" (EUA, 1970) de Barbara Loden, filmado ao estilo cinema-verité em película granulada de 16mm e uma das mais importantes obras de estreia do cinema independente americano.

Esta é a história da improvável parceria entre uma mulher mineira, abandonada pelo marido e pelos homens que foi conhecendo á deriva, e um bandido por quem se deixa cativar. Definido pela própria barbara Loden como um "anti-Bonnie and Clyde", o filme faz um revisionamento radical do género road movie, imprimindo-lhe um tom austero e realista.

Programado por António Costa (Medeia Filmes) e Guilherme Blanc (Câmara do Porto), o ciclo de cinema desta edição da feira do Livro assenta numa série de títulos da sétima arte que foram anunciando e dando conta das revoltas sociais que tiveram o seu apogeu com o Maio de 68 - tema transversal a toda a programação da Feira do Livro do Porto 2018.

Pela tela do auditório passaram já "Sementes de violência" de Richard Brooks, apresentado por Mamadou Ba, e "Weekend" de Jean-Luc Godard, por João Ribas. Seguir-se-ão "Má raça" de Léos Carax, que Ana Moreira apresenta na noite de terça-feira, e "Ata-me" de Pedro Almodóvar, por João Rui Guerra da Matta, no último dia da feira (domingo, 23 de setembro).

Veja o que tem a Feira do Livro para lhe oferecer além do cinema, consultando a programação detalhada e visitando a página oficial no Facebook.