Covid-19

COVID-19: já há 1400 pessoas testadas em lares de idosos no Porto

O programa de testes a todos os lares da cidade atingiu velocidade de cruzeiro e não parou no fim de semana. Em dois dias foram testadas quase 700 pessoas, entre idosos e funcionários de lares do Porto que elevam para quase 1400 os testados até agora. O programa foi lançado pela Câmara com o apoio dos hospitais e dos centros de saúde e graças a 5 mil testes que a Fosun e a Gestifute ofereceram ao Município.

Festa de São João não se irá realizar este ano

Em virtude da atual situação de pandemia covid-19, a Câmara do Porto não irá realizar, este ano, a tradicional Festa de São João, tendo em conta o potencial de risco para a saúde pública que este evento representa, ao reunir milhares de pessoas nas ruas da cidade.

Porto já testou centenas de idosos no decorrer do único programa de rastreio aos lares a decorrer em Portugal

O Porto é a única cidade do país que está a testar para Covid-19 todos os utentes de lares de idosos existentes no concelho, tendo já rastreado mais de 700 pessoas em 15 lares, no âmbito deste programa idealizado pela Câmara do Porto, que recebeu o apoio do Hospital de São João e dos dois Agrupamentos de Centros de Saúde (Ocidental e Oriental).

Porto recebe nos próximos dias os primeiros 10 ventiladores de um grupo de 50 que comprou à China

Os primeiros dez ventiladores comprados pela Câmara do Porto em Shenzhen para os hospitais de Santo António e de São João estavam nesta quarta-feira já em Hong Kong, à espera de avião para chegarem à cidade Invicta. São os primeiros de uma encomenda de 50 equipamentos de excelente qualidade e alto débito, destinados a doentes Covid-19 internados em cuidados intensivos.

Primeiro pacote de medidas vai a discussão na próxima reunião de Executivo

É já nesta segunda-feira, dia 6 de abril, que o Executivo Municipal volta a reunir, desta feita para analisar algumas propostas destinadas a fazer face aos constrangimentos sociais e económicos provocados pela situação de emergência de saúde pública provocada pela doença COVID-19, com forte impacto no tecido empresarial e no dia-a-dia das famílias.

Primeiro rastreio integral de todos os idosos em lares começou domingo no Porto e foi reforçado por 5000 testes oferecidos à CMP

Foram ontem entregues no Hospital de São João do Porto cinco mil testes Covid-19, com especificações semelhantes aos usados em Portugal pelo SNS, oriundos de Xangai, cidade geminada com o Porto. Os testes foram oferecidos ao Município pela Fundação Fosun e pela Gestifute e vão alimentar o programa de rastreio completo nos lares do Porto, por iniciativa da Câmara Municipal.

COMUNICADO: Câmara do Porto não foi informada nem aceita cerco sanitário que seria extemporâneo

A Câmara do Porto foi hoje surpreendida por uma inopinada e extemporânea referência por parte da senhora Diretora Geral da Saúde de que estaria a ser equacionado um cerco sanitário ao Porto. Tal medida, absurda num momento em que a epidemia de COVID-19 se encontra generalizada na comunidade em toda a região e país, não foi pedida pela Câmara do Porto, não foi pedida pela Proteção Civil do Porto e não foi pedida pela Proteção Civil Distrital. Nenhuma destas instituições e nenhum dos seus...

NOS Primavera Sound 2020 regressa com novas datas de 3 a 5 de setembro

A nona edição do NOS Primavera Sound está adiada por três meses. Atendendo à pandemia do novo coronavírus - COVID-19, o festival vai realizar-se agora de 3 a 5 setembro.

Covid-19: tudo a postos para receber idosos testados em lares do Porto

A Pousada da Juventude, gerida pela Movijovem, disponibilizou as suas instalações, com vista sobre o Douro, para receber os primeiros idosos que o Município quer proteger da Covid-19, após o rastreio que irá promover nos próximos dias. As camas já estão prontas, enquanto no SuperBock Arena / Pavilhão Rosa Mota se prepara um segundo centro de retaguarda.

COMUNICADO URGENTE: Falsos pedidos de ajuda a circular na internet

A Câmara do Porto está a desenvolver várias ações de apoio aos hospitais, aos lares de idosos, aos cidadãos em situação de sem abrigo e a muitas outras instituições da cidade no âmbito da crise Covid-19. Contudo, não fez qualquer apelo público para que tais ofertas fossem centradas em qualquer email de funcionários ou supostos funcionários municipais.