Covid-19

Universidade Júnior 2020 está suspensa, mas continua online

A edição deste ano da Universidade Júnior, o maior programa nacional de iniciação ao ambiente universitário, está suspensa face à incerteza da evolução da pandemia de Covid-19. Ainda assim, a Universidade Júnior poderá realizar-se no formato online ou ainda ao ar livre, conforme comunicado da organização.

São os bairros sociais mais vulneráveis à COVID-19? No Porto não se demonstra

O Município do Porto é o que maior percentagem de população tem a viver em bairros sociais, já que 30 mil dos seus cerca de 220 mil habitantes são inquilinos da Câmara do Porto nos vários agrupamentos existentes na cidade. Mas o Porto é também uma das grandes cidades portuguesas apontada como exemplo, por já não ter casos há cinco dias consecutivos.

Porto sem casos de COVID há quatro dias consecutivos

Segundo o boletim diário da Direção Geral da Saúde, o Município do Porto não regista qualquer caso de infeção pelo novo coronavirus há quatro dias consecutivos, o que acontece pela segunda vez desde o início da pandemia. A cidade caiu por isso para quarto lugar entre os concelhos com mais casos acumulados, tendo quase metade de Lisboa.

Sangue, suor e lágrimas de personalidades e empresas que se notabilizaram na luta COVID-19 vão ter distinção de honra da cidade

As pessoas individuais e coletivas que se têm distinguido na luta contra a pandemia vão ser alvo de uma homenagem por parte da Câmara do Porto, que este ano não atribuirá as tradicionais medalhas da cidade. Uma peça desenhada pelo designer Eduardo Aires substituirá a medalhe, segundo uma proposta que Rui Moreira levará à próxima reunião de Executivo.

Gestores hospitalares e Câmara fizeram balanço sobre funcionamento do Hospital de Campanha

A estrutura montada no Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota foi importante para garantir um melhor atendimento aos doentes mais graves de COVID-19 nos dois hospitais públicos de combate à doença durante a fase aguda. Câmara ainda não desmontou estrutura e só fará nova avaliação a 15 de junho.

É um "adeus" ou "até já"? Todos querem que o Hospital de Campanha não volte a abrir as portas

Funcionou durante 31 dias. O hospital de campanha montado no Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota foi hoje desativado, depois de dar alta ao último doente. Muito útil para aumentar a capacidade de internamento dos hospitais do Porto, que em abril chegou a atingir o limite, deixa agora de ser necessário, mas a estrutura mantém-se pronta a ser reativada, caso surja uma segunda vaga de COVID-19.

Câmara do Porto faz testes serológicos a funcionários municipais da primeira linha de combate à COVID

O Município do Porto, em parceria com o i3S- Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (através do Ipatimup Diagnósticos), realiza, a partir da próxima segunda-feira, testes serológicos para avaliar a presença de anticorpos ao vírus SARS-CoV-2, em mais de 1500 trabalhadores do município e empresas municipais, e que estiveram na linha da frente no contexto atual de pandemia. O sistema de drive trhu foi hoje ensaiado com testes aos vereadores do pelouro. Rui Moreira foi o primeiro a dar o...

Hospital de campanha Porto. será desativado nos próximos dias mas não será desmontado para já

A funcionar há precisamente um mês, o hospital de campanha montado no Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota será desativado até ao final da semana, já que os hospitais do Porto voltaram a ganhar capacidade de internamento, mas a estrutura mantém-se pronta a ser reativada, caso surja uma segunda vaga de COVID-19.

Incidência de COVID-19 inferior a 2% entre utentes e funcionários de lares da cidade do Porto

O primeiro programa sistemático de rastreio aos lares foi lançado pela Câmara do Porto, começou ainda em março e testou mais de 5 mil pessoas. Poucos idosos estavam infetados e 28, com teste negativo, foram transferidos para a Pousada da Juventude onde estão agora a cargo da Câmara. O Hospital de Campanha foi fundamental para permitir a separação de positivos e negativos que pode ter evitado uma catástrofe.

Paciente número 1 do hospital de campanha teve ontem alta 25 dias depois

O Hospital de Campanha Porto. já tratou 27 doentes com COVID-19 e, desses, 9 já tiveram alta médica. Ao fim de 25 dias, saiu ontem do hospital, curada, a primeira doente a dar entrada no Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota para tratamento, uma refugiada iraniana, residente no Porto, que tinha sido mãe há pouco tempo e se encontrava infetada. Saiu curada, depois de dois testes negativos.