Habitação

Últimos dias para se habilitar a um dos 10 fogos com rendas acessíveis no Centro Histórico

Miguel Nogueira

O concurso público para o arrendamento acessível de dez fogos reabilitados no Centro Histórico, propriedade municipal, tem candidaturas abertas até dia 29 de novembro. Saiba como concorrer para se habilitar ao sorteio.

O Município do Porto, através da empresa municipal Porto Vivo, SRU, continua a promover programas de arrendamento acessível no Centro Histórico, à medida que as casas vão sendo reabilitadas.

Atualmente, tem aberto concurso para mais dez fogos, localizados entre a Rua de Mouzinho da Silveira, Rua dos Pelames, Rua dos Mercadores e Rua da Arménia. As tipologias variam entre o T1, T2 e T3.

O Programa do Concurso está disponível no site da Porto Vivo, SRU - Sociedade de Reabilitação Urbana, para todos os interessados, sendo este o meio preferencial de consulta. Em alternativa, a própria empresa municipal, com sede na Rua de Mouzinho da Silveira, n.º 208 a 214, também disponibiliza o documento.

Os preços das rendas iniciam nos 273 euros para um T1, sendo 632 euros o valor máximo mensal para um T3 triplex. A taxa de esforço dos candidatos não deverá ser superior aos 35% e, entre os critérios de admissibilidade, o programa estabelece os rendimentos máximos por ano civil e a adequação da composição do agregado à tipologia que se candidata.

No processo de qualificação ao sorteio, serão majorados os candidatos com residência no concelho do Porto há pelo menos quatro anos, ou que, pelo menos, um membro do agregado candidato trabalhe ou exerça atividade no concelho do Porto, no mínimo, há seis meses. Famílias jovens e/ou com filhos ficam automaticamente melhor posicionadas.

A atribuição dos dez fogos será feita por sorteio, em data a determinar, e a transmissão assegurada por via digital.

Para mais informações ou pedidos de esclarecimento, envie email para rendasacessiveis@portovivosru.pt ou contacte através do número telefónico 222 072 700.

No início de agosto, foram entregues as primeiras casas enquadradas neste programa municipal. Há, de facto, novos corações que pulsam no coração da cidade.