Ambiente

Sea Life junta-se a iniciativa de limpeza de praias que vai transformar lixo em arte

  • Notícia

    Notícia

Miguel Nogueira

O Sea Life Porto associou-se à iniciativa "The Plastic Hike", promovida pelo biólogo alemão Andreas Noe, e vai proceder a uma limpeza de praia nesta quinta-feira, dia 20.

O encontro está marcado para as 18,30 horas, no Castelo do Queijo, e qualquer pessoa interessada em voluntariar-se pode fazê-lo, salvaguardando que todas as regras de segurança e distanciamento social devem ser cumpridas.

A iniciativa "The Plastic Hike", promovida por Andreas Noe, tem como objetivo percorrer a pé 832 quilómetros, atravessando em 60 dias toda a costa marítima portuguesa, com o objetivo de consciencializar a população para o impacto do plástico e do desperdício nos ecossistemas. A viagem começou no dia 15 de agosto e passa nesta quinta-feira pelo Porto.

Para apoiar o projeto "The Plastic Hike", o Sea Life organizou, juntamente com Andreas Noe, uma limpeza de praia, às 18,30 horas, no Castelo do Queijo. Os voluntários serão identificados com um colete fornecido pelo aquário portuense.

O lixo recolhido nesta limpeza de praia será armazenado pelo Sea Life e, posteriormente, será transformado em arte e colocado em exposição para todos os visitantes do espaço.

Além da limpeza de praia, o aquário vai participar no documentário que está a ser gravado pelo biólogo molecular alemão, com entrevistas aos biólogos, que abordarão a importância do cuidado com as espécies marinhas, nomeadamente no que diz respeito à quantidade de plástico presente nos oceanos e de que forma é que a vida aquática é afetada por esta questão.

Andreas Noe está em Portugal há mais de dois anos e tem vindo a alertar para a importância de repensar o consumo de plástico. Em 2019, o biólogo molecular recolheu 690 quilos de lixo nas praias.

Com a maior consciência do impacto do plástico sobre o meio ambiente, este tipo de iniciativas tem vindo a tornar-se mais frequente. Há alguns anos, a Escola Superior Artística do Porto (ESAP) promoveu uma exposição de esculturas de grande formato, feitas com plásticos reciclados, intitulada "Um Oceano de Plástico".