Política

Rui Moreira defende alterações à lei eleitoral mas acusa partidos de não quererem mudar nada

O presidente da Câmara do Porto defendeu ontem à noite, em
Assembleia Municipal, a alteração de Lei Eleitoral para que aquele órgão
pudesse ser valorizado e se passasse para um regime mais parlamentar nas
autarquias. Dirigindo-se a um deputado do Bloco de Esquerda, Rui Moreira desafiou os partidos que sustentam
o Governo a alterarem a Lei, mas acusou-os de terem um acordo para deixarem
tudo na mesma. Numa declaração que apresentamos em vídeo, na íntegra, o autarca
explicou que gostaria que o próximo presidente da Câmara fosse o primeiro
eleito da lista à Assembleia e que este pudesse escolher o seu executivo entre
os deputados eleitos.


Já na semana passada, em declarações ao JN, Rui Moreira
tinha criticado a Lei Eleitoral, acusando-a de descriminar negativamente  os independentes em vários aspetos, admitindo
que isso está a condicionar a sua recandidatura à Câmara do Porto no próximo
ano.