Cultura

Projeto expositivo de Carla Filipe com Ulrich Loock chega à Galeria Municipal

A Galeria Municipal do Porto inaugura no próximo sábado, às 21,30 horas, uma exposição desenvolvida pela artista Carla Filipe com o curador Ulrich Loock sobre as práticas sociais em clubes e bares enquanto espaços de fuga dos sistemas sociais diurnos.

"O ontem morreu hoje, o hoje morre amanhã" é o nome deste projeto curatorial de reencontro da artista que adotou o Porto e do curador alemão, ex-diretor adjunto de Serralves. Aí se exploram interseções entre música e imagem, evocando a história da arte e a sua ligação à música através de um conjunto de referências.

A exposição é composta por obras de artistas que exploram diferentes formas de experienciar a noite, designadamente Dayana Lucas, Diogo Tudela, João Alves, João Alves Marrucho, Jürgen Drescher e Reinhard Mucha, Marta Ângela, Mauro Cerqueira, Oscar Powell e Wolfgang Tillmans, Pedro Abrantes, Raymond Pettibon, Rudolfo, Tomé Duarte e von Calhau!.

Esta nova exposição, cuja inauguração inclui um DJ Set da dupla GAM (Pedro Abrantes e Valdemar Pereira), a partir das 22,30 horas, vai ocupar o piso 1 da Galeria Municipal, sendo que no piso 0 está patente a exposição com obras dos seis finalistas da primeira edição do "Prémio Paulo Cunha e Silva".