Cultura

Programa Shuttle apoia a internacionalização de cinco novos projetos

O programa de apoio à internacionalização artística Shuttle vai impulsionar cinco novos projetos, na sequência da aprovação do Executivo Municipal, em reunião ocorrida nesta segunda-feira.

Os projetos apoiados apresentaram candidatura durante a terceira fase do concurso. O júri, composto por Miguel Leal, Fátima São Simão e Pedro Junqueira Maia, selecionou cinco projetos que se inscrevem em duas das quatro áreas abrangidas pelo programa. Nas Artes Visuais e Curadoria, Gil Delindro irá desenvolver "Beyond the Audible - Fictional Forests", numa residência de três meses na zona vulcânica de Auvergne; Dalila Gonçalves irá apresentar uma exposição individual na Fundación RAC, em Pontevedra, com trabalhos concebidos em residências artísticas no México e no Brasil; e Soraia Gomes Teixeira e o Coletivo berru irão apresentar, respetivamente, "Instrumentos Públicos para Terapia" e "SYSTEMS SYNTHESIS" na 5ª edição da Bienal de Design de Istambul. Na categoria de Artes Performativas, Raul Maia apresentará o seu trabalho "trouble with your eyes" no teatro WUK, em Viena.

Considerando estes cinco novos projetos, o Shuttle já apoiou nesta edição um total de 15 iniciativas. O concurso continua aberto em permanência até novembro de 2020 para apoiar a internacionalização de projetos criados e desenvolvidos por artistas e agentes culturais sediados na cidade do Porto e que se realizem até 31 de março de 2021.

As candidaturas devem ser submetidas através do endereço de correio eletrónico plaka@cm-porto.pt e o regulamento e respetivos requisitos para a candidatura estão disponíveis na página do programa. De dois em dois meses, na última semana de cada mês ímpar, o júri irá analisar todas as candidaturas submetidas durante esse período e deliberará a atribuição de apoios.