Ambiente

Primeiro "Passeio no Parque" levou à descoberta da Quinta do Covelo

A primeira edição do programa municipal "Passeios no
Parque" arrancou no último sábado, 3 de junho, com uma visita à Quinta do
Covelo. Cerca de 40 pessoas, guiadas pelo arquiteto Paulo Calapez, autor da
remodelação da quinta no final dos anos 80, e pelo arquiteto paisagista Gonçalo
Andrade, ficaram a conhecer aspetos relacionados com o paisagismo, a botânica,
a arte e a história daquele lugar.


Durante a visita, foi referida a importância dos parques em
área urbana, a interferência na temperatura da cidade, a pertinência da criação
de zonas de descanso e de lazer e a relevância destes espaços como refúgio ao
ruído e ao trânsito da cidade.


Os participantes puderam, também, verificar que a estrutura
do Parque do Covelo ainda mantém a organização de uma antiga quinta agrícola, visível,
por exemplo, na horta localizada à cota mais baixa, na mata constituída por
algumas espécies espontâneas a Norte, enquanto a casa se localizava a Sul,
junto à Rua do Bolama.


O programa "Passeios no Parque", que se estende por vários
meses e leva à descoberta das centenas de hectares que compõem os sete parques
urbanos do Porto, tem a particularidade de contemplar a tradução para Língua
Gestual, respondendo à intenção de integrar todos os cidadãos.


Depois do Parque do Covelo, estão programadas, até ao final deste
ano, visitas guiadas - com início sempre às 14,30 horas - aos Jardins do Palácio
de Cristal (15 de julho), Parque da Pasteleira (22 de julho), Parque de S.
Roque (14 de outubro) e Parque Oriental da Cidade (18 de novembro).


 


+Info: A
participação nas visitas é gratuita, mas sujeita a pré-inscrição para
parquesurbanos@cm-porto.pt ou 22 532 00 80.


Todas as visitas terão tradução para Língua Gestual
Portuguesa (LGP), por solicitação na pré-inscrição, com antecedência mínima de
2 dias úteis.