Educação

Porto ganha concurso mundial de arquitetura na Finlândia

  • Porto.

  • Notícia

    Notícia

DR_premio_internacional_arquitetura_2024.jpg

DR

Uma equipa de estudantes da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP), formada por Francisco Peneda Ferreira, Pedro Tiago Gaspar e João Pedro Henriques, conquistou a 19.ª edição do prestigiado Concurso de Estudantes de Arquitetura da Saint-Gobain, na Finlândia.

A equipa da FAUP venceu a fase internacional do concurso de estudantes promovido pela multinacional francesa, com projeto de transformação de um espaço em Helsínquia. Apresentaram, para o efeito, o projeto Sieni Park, garantindo, assim, a primeira vitória para Portugal naquele prestigiada competição dirigida a futuros arquitetos de todo o mundo.

A 19.ª edição do concurso contou com a participação de mais de 224 universidades de 29 países. O desafio proposto era projetar um novo edifício de habitação (tanto temporária quanto permanente) e transformar um edifício de escritórios preexistente numa residência para professores e investigadores, na zona de Viikki, nos arredores da cidade de Helsínquia, na Finlândia. Este conjunto deveria estar ligado por um espaço público verde e assegurar um baixo impacto ambiental.

"Sentimos um enorme orgulho"

O projeto dos estudantes da FAUP, orientado pela professora Clara Vale, evidencia a forma como a arquitetura pode responder às necessidades contemporâneas e solucionar fragilidades urbanas, promovendo sustentabilidade, integração comunitária e inovação no design urbano.

"Vencer o concurso de arquitetura da Saint-Gobain foi uma experiência extraordinária e transformadora. Sentimos um enorme orgulho ao ver o nosso trabalho ser reconhecido mundialmente", confessaram ao portal da Universidade do Porto (U.Porto) os membros da equipa.

A partir de uma forte relação entre o edifício a ser construído e o edifício a ser reabilitado, foi criado um grande espaço verde que dinamiza a região de Viikki, articulando os edifícios circundantes e criando um ambiente vibrante e acolhedor que incentiva a circulação de pessoas, promovendo interações sociais e atividades comunitárias. Para acolher estas atividades, desenvolveram-se estruturas geométricas em madeira, inspiradas na forma do cogumelo (em finlandês Sieni).

Vencer o concurso de arquitetura da Saint-Gobain foi uma experiência extraordinária e transformadora

O júri justificou a escolha do projeto português, considerando que, "em termos de planeamento urbano, detalhes arquitetónicos e qualidade geral, a solução é abrangente e de alto nível. O edifício apresenta uma proposta de fachada interessante, possivelmente ainda aperfeiçoável devido às condições climáticas adversas do local".

Os jurados destacaram ainda que "a composição urbana é inovadora e a estrutura em madeira é sofisticada", sublinhando que “a integração do edifício antigo na arquitetura geral foi perfeita e as soluções de sustentabilidade foram integradas na proposta desde o início, em vez de serem uma consideração posterior".

Francisco Peneda Ferreira, Pedro Tiago Gaspar e João Pedro Henrique avançam ainda que “esta vitória destaca a qualidade do nosso ensino e demonstra que, como estudantes da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, estamos capacitados para competir a nível internacional”.

Na edição do ano passado, uma equipa da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, formada por Rafael Vieira Gonçalves e Mariana Almeida e Sousa, tinha arrecadado o segundo lugar do concurso internacional.