Sociedade

Porto é a segunda cidade europeia com custo de vida mais favorável

O Porto foi a segunda cidade europeia, de uma lista de sete,
considerada mais acessível para viver. A notícia foi divulgada ontem, 21 de
novembro, na edição online do jornal britânico The Independent e também pelo
site de notícias norte-americano

Business Insider.


A lista surge de um estudo levado a cabo pela Glassdoor, uma
empresa de análise económica, que procurou averiguar onde, na Europa, se aufere
salários mais altos e em que países o dinheiro rende mais.


Das conclusões ressalva-se que os salários médios variam
consideravelmente de um país europeu para outro, mas quando se trata de
compensação, um salário maior nem sempre é melhor. O que importa é a capacidade
de ter recursos para coisas úteis que enriquecem o quotidiano. A Glassdoor
Economic Research apresenta uma análise de como os salários diferem em toda a
Europa e identifica quais os países em que o custo de vida é o mais favorável
(e o menos). A análise abrange 18 países e acompanha como esses mercados
europeus se comparam aos Estados Unidos, que é usado como referência.


Entre as sete cidades mais acessíveis para se viver na Europa,
surge, então, em primeiro lugar, Tartu, na Estónia, seguida do Porto, em terceiro
lugar, Tessalónica, na Grécia, na quarta posição, Tallin, na Estónia, em
quinto, Atenas (Grécia), em sexto lugar, Lisboa e a fechar a lista, na sétima
posição, Barcelona, em Espanha.