Inovação

Nova plataforma reforça lugar do Porto no mapa europeu de empreendedorismo

  • Porto.

  • Notícia

    Notícia

#mno_scale_up_07.jpg

O ecossistema de empreendedorismo da cidade do Porto está cada vez mais próximo e interligado ao de outras 13 cidades europeias. Mais de 19 mil startups compõem o novo mapa digital criado pela rede europeia Scale Cities, que interliga ecossistemas locais na construção de um ecossistema único que aumente a visibilidade destas empresas e de investidores, potenciando mais oportunidades para todos.

“A plataforma digital vem reforçar o trabalho desenvolvido pelo conjunto das 14 cidades europeias que compõem a rede, no sentido de aumentar a dimensão de cada um dos seus ecossistemas e exponenciar as oportunidades por estes geradas”, afirma a representante portuense, a ScaleUp Porto.

No mesmo mapa aparecem os ecossistemas de cidades como Helsínquia, Amesterdão, Barcelona, Estocolmo ou Berlim.

A nova plataforma permite que empreendedores, investidores e empresas maduras possam conhecer melhor todos os ecossistemas envolvidos. O acesso a toda a informação disponibilizada representa, também, uma ajuda para que cada cidade consiga perceber a sua própria evolução, isoladamente e em conjunto com as restantes.

Em 2019, a ScaleUp Porto já havia dado o primeiro passo para o mapeamento do ecossistema tecnológico da cidade. A informação recolhida totaliza, até ao momento, 533 startups, 26 investidores e 150 empresas, e estará agora articulada com esta solução à escala europeia.

Para a ScaleUp Porto, é importante que os stakeholders deem o seu contributo para a plataforma pois “ao fazerem-no estarão a aumentar a notoriedade do ecossistema como um todo, criando exposição a uma rede de investidores muito mais alargada”.

Lançada em 2015, a iniciativa nasceu para apoiar o crescimento das startups tecnológicas da cidade, com potencial para escalar a nível internacional, e pretende posicionar o município como um espaço aberto à criatividade, à inovação e ao empreendedorismo.