Urbanismo

Mercado Temporário do Bolhão garante qualidade com sustentabilidade, do mar aos produtos da terra

Miguel Nogueira

De segunda a sábado de portas abertas aos clientes, o Mercado Temporário Bolhão tem à venda uma vasta gama de produtos frescos, das frutas aos legumes, das flores às carnes e ao peixe. Além do selo de qualidade garantido pelos pequenos produtores da cidade e da Região, a experiência de compras torna-se ainda mais rica pelo atendimento personalizado dos comerciantes que, fazendo jus às décadas de casa, são uma fonte de informação privilegiada para a sugestão de confeção dos mais incríveis pitéus.

Lugar de saber, de sabor e de tradição, o Mercado Temporário do Bolhão (MTB) está aberto de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas, e ao sábado o horário folgado permite também planear a visita com calma, entre as 8 e as 18 horas.

Seguindo todas as medidas de prevenção e higienização recomendadas pelas autoridades de saúde e governamentais, o equipamento continua diariamente a levar até às bancas as cores mais vivas, selo da variedade dos produtos frescos locais que aqui encontra. Mas não só. Esta é também uma meca para a compra de especiarias, de enlatados, de queijos das mais variadas estirpes, de flores e plantas cujo nome até pode nunca ter ouvido falar.

Para amanhar o peixe ou desmembrar aquele frango de campo que dará um bom arroz de cabidela, encontra comerciantes de sorriso franco e aberto, disponíveis a libertar os clientes dessas "árduas" tarefas. 

E, além de dar acesso a produtos qualidade premium para os cozinhados, o Mercado Temporário do Bolhão oferece ainda uma zona de restauração, de cafés e de lojas (perfumaria, sapataria, uma loja de roupa para criança, produtos de artesanato, uma casa de sementes, entre outras).

O equipamento municipal temporário foi pensado ao pormenor para acolher os comerciantes e clientes do icónico mercado da cidade, enquanto decorre o restauro e modernização do Bolhão.

Localizado a dois minutos de distância do centenário edifício em obra, na Rua de Fernandes Tomás, tem acesso direto pela rua, em frente à estação de Metro do Bolhão, assim como pelo interior do centro comercial, com escadas rolantes, elevadores e ligação direta pelo parque de estacionamento.

São mais de 5.000 metros quadrados, que oferecem todas as condições logísticas, de salubridade e de venda. Além da área pública do mercado, existe ainda uma área reservada aos comerciantes para armazenagem e cais de cargas e descargas de acesso direto pela Rua da Alegria.