Urbanismo

Jornal "The Guardian" põe a Casa da Música no melhor da arquitetura do século XXI

O jornal britânico "The Guardian" contemplou a Casa da Música com a inclusão na lista dos 25 edifícios de todo o Mundo com melhor arquitetura do século XXI.

A emblemática construção portuense, assinada pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas e inaugurada em 2005, ocupa a 7.ª posição da referida lista, a qual é liderada pelo museu de arte moderna "Tate Modern", em Londres.

A Casa da Música foi o primeiro edifício construído em Portugal para ser dedicado exclusivamente à música, nomeadamente apresentação, fruição pública, formação artística e criação.

Na listagem da melhor arquitetura do século XXI, e após o Tate Modern, o edifício do Porto surge a seguir ao Grand Parc (Bordéus), ao Neues Museum (Berlim), à Biblioteca Central de Seattle (EUA), ao parque suspenso High Line em Manhattan (Nova Iorque) e ao Museu de Arte Contemporânea do Século 21 de Kanazawa (Japão).