Sociedade

Já são conhecidos os artistas que vão intervir no Mural da Restauração

Já foram encontrados
os nomes dos próximos artistas a intervir no Mural Coletivo da Restauração. O
júri, constituído por Ricardo Gonçalves (docente do Ensino Superior Artístico e
artista plástico), Frederico Draw (artista visual) e Cláudia Melo (representante
da empresa municipal Porto Lazer), selecionou as propostas dos seguintes
autores: Contra, Flix, Francisco Bravo, Heitor Corrêa, Isabella Amaral e Justin
Santiago, My name is not SEM e Sabrina Lima.


O regulamento permitia temas e estilos de intervenção livres, ainda que apelasse à
sensibilidade e consciência individual dos artistas para que tivessem em
consideração o contexto urbano.


Os eleitos terão
agora cerca de duas semanas para executar as obras, cuja apresentação está
agendada para o dia 22 de julho. As criações, que vão ocupar os 14 módulos de
sustentação dos Jardins do Palácio de Cristal, estendidos ao longo de 70 metros
da Rua da Restauração e permanecerão no local durante um ano. A cada projeto
são atribuídos 500 euros para ajudas de custo.


O Mural Coletivo da
Restauração está integrado no programa municipal de Arte Urbana, nascido em
setembro de 2014 e que, nesta quarta etapa, passou a ter o apoio da Super
Bock.