Sociedade

Convite para cantar a liberdade à janela

A Comissão Promotora das Comemorações Populares do 25 de Abril abdicou de ações de rua na cidade do Porto, mas pede que se cante à janela ou à varanda, pelas 15 horas deste sábado.

Assim, "para homenagear o heroísmo dos militares e do povo português que resistiu, enfrentou e derrubou a ditadura", a comissão pretende criar um movimento que marque este momento, apelando a que, esta tarde, quem pretender, cante nas varandas ou janelas de suas casas, a "Grândola Vila Morena".

A Câmara Municipal do Porto promove, todos os anos, em parceria com a Comissão Promotora das Comemorações Populares do 25 de Abril, as festividades que assinalam a data do 46.º aniversário no Porto. Este ano, por razões da pandemia e do Estado de Emergência, não se vão realizar nos moldes habituais, mas a organização apela a que se cante a liberdade à janela.

A Comissão Promotora das Comemorações Populares do 25 de Abril é constituída pelas seguintes entidades: A25A - Associação 25 de Abril, ACCP - Associação das Colectividades do Porto, APRe! - Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados, CACDACO - Centro Cultural Adriano Correia de Oliveira, Cooperativa Árvore, CPPC - Centro Português para a Paz e Cooperação, ACR - Associação Conquistas da Revolução, URAP - União dos Resistentes Antifascistas de Portugal, FCDP - Federação das Colectividades Distrito Porto, UPP - Universidade Popular do Porto, MDM - Movimento Democrático de Mulheres, MMP - Mais Memória Porto, Murpi - Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos, IR/CGTP-IN - Inter-Reformados, UNICEPE - Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto, USP/CGTP-IN - União dos Sindicatos do Porto / CGTP - Intersindical Nacional.