Cultura

Henrique Silva regressa à Árvore para o ciclo Um Objeto e seus Discursos

O pintor Henrique Silva regressa neste sábado à Cooperativa Árvore, de que foi diretor, para uma conversa com os artistas plásticos Ana Torrie e José Emídio a propósito do prelo de litografia ali existente..

A conversa, com início às 18 horas, constitui mais uma sessão do ciclo municipal Um Objeto e seus Discursos por Semana, que estará focada nas artes gráficas, uma das vertentes a que se dedicam as oficinas da Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas.

O singular prelo de litografia do século XIX ali existente será o argumento para uma conversa entre o fundador das oficinas, o artista plástico Henrique Silva, que foi seu diretor durante 20 anos, e  Ana Torrie, especialista na obra gráfica e que domina as diversas técnicas. O encontro da jovem artista com o veterano Henrique Silva - cofundador da Bienal de Arte de Vila Nova de Cerveira com Jaime Isidoro e antigo colaborador de Vieira da Silva e Arpad Szenes - tem como anfitrião outro artista plástico de destaque, José Emídio, atual vice-presidente e diretor das oficinas da Árvore.

Essas oficinas (onde a gravura convive com litografia, serigrafia, cerâmica, fotografia e multimédia) são um espaço de liberdade criativa, estudo e pesquisa, onde sucessivas gerações de artistas têm realizado as suas obras desde o final dos anos 70.

A existência das oficinas e a sua atividade materializam a singularidade da Árvore enquanto espaço de convergência e multidisciplinaridade, e as edições permitem o acesso às obras de arte por inúmeros clientes.

A programação completa do ciclo "Um Objeto e seus Discursos por Semana", cujas iniciativas são de acesso gratuito mediante levantamento de bilhete, está disponível no site www.umobjetoeseusdiscursos.com.