Sociedade

Há cinco concorrentes às ligações mecanizadas

  • Notícia

    Notícia

Há cinco concorrentes ao concurso
lançado pela Câmara do Porto para a concepção de ligações mecanizadas entre
cota alta e baixa em três pontos da cidade. Estes novos meios de locomoção
juntam-se ao Funicular dos Guindais e aos elevadores da Ponte da Arrábida, que
poderão vir a ser reativados.


 


O concurso, lançado em março passado,
está agora concluído e o júri do concurso irá escolher a melhor opção para as
ligações, a que se junta um projeto autónomo para a Rua da Madeira, a
desenvolver pela autarquia.


 


Com o concurso, Rui Moreira quer
encontrar soluções para resolver os problemas de diferença de cota entre as
zonas ribeirinhas e os jardins do Palácio de Cristal e de outras zonas altas da
cidade. Estas ligações vão permitir também facilitar a interligação entre o
Centro de Congressos da Alfândega e o Pavilhão Rosa Mota, cuja reabilitação foi
já adjudicada.


 


O concurso partiu de um estudo realizado
em 2015 que identificou três pontos possíveis de ligação de cotas: Miragaia,
Palácio de Cristal e Virtudes, que assim se juntarão ao funicular já existente,
junto à Ponte Luís I e aos elevadores da Arrábida.


 


Sobre estes últimos equipamentos,
desactivados há décadas, a Câmara do Porto quer reavivá-los e tem vindo a
reunir com as Infraestruturas de Portugal sobre a matéria.


 


Em Miragaia, o estudo identificou uma
população envelhecida e a existência de um centro social com cerca de 80
utentes que poderão ser alguns dos utilizadores preferenciais destes
equipamentos.


 


Sobre o Palácio de Cristal, a autarquia
identificou problemas de segurança e a inexistência de ligação Marginal-Galiza
como grande motivação para a obra e o programa indica que a intervenção será
feita por patamares.


 


Quanto às Virtudes, as novas ligações
irão resolver a falta de ligação entre Miragaia e a Cordoaria. O estudo mostra
dificuldades de acesso da população de Miragaia ao Hospital de Santo António e
a outros equipamentos existentes na cota alta, problema que será resolvido por
esta via. Mas vê, também, interesse turístico nesta ligação, mais próxima do
Centro Histórico.


 


O concurso, lançado pela GOP - Gestão de
Obras Públicas, foi muito semelhante ao lançado para o Terminal Intermodal de
Campanhã, recentemente terminado.


 


A Câmara do Porto tem vindo, entretanto,
a realizar obras na escarpa dos jardins do Palácio de Cristal, refazendo os
velhos percursos naquela zona e recuperando as construções que ali existiam.