Cultura

Guião de Manoel de Oliveira é tema de "Um Objeto e Seus Discursos"

O guião de "O Gebo e a Sombra", autografado por uma das maiores estrelas do cinema europeu e relativo ao filme que Manoel de Oliveira realizou em 2012 com base no livro de Raul Brandão, é o tema central da sessão "Um Objeto e Seus Discursos por Semana" do próximo sábado.
A sessão, de entrada livre, decorre às 18 horas na Casa-Museu Guerra Junqueiro e marca, assim, a reabertura deste espaço após as obras de requalificação iniciadas em finais do ano passado.

Com a participação de Maria João Reynaud, especialista na obra de Raul Brandão, e de António Preto, ensaísta e programador de cinema, o evento tem moderação de Vasco Rosa, curador da exposição que, também na tarde deste sábado, a Câmara do Porto inaugura a propósito das comemorações dos 150 anos do nascimento de Raul Brandão.

Enorme figura das letras e do teatro, nascido na rua do Porto que hoje ostenta o seu nome, Raul Brandão escreveu "O Gebo e a Sombra" em 1923, vindo a obra a ser adaptada para o cinema numa coprodução luso-francesa, em 2012.

O filme, que manteve o nome original do livro, foi realizado por Manoel de Oliveira e incluiu no seu elenco grandes nomes nacionais e internacionais da sétima arte. Entre eles estão os de Michael Lonsdale, Claudia Cardinale, Leonor Silveira, Ricardo Trêpa, Jeanne Moreau e Luís Miguel Cintra.

O guião de Manoel de Oliveira foi mesmo autografado por uma dessas estrelas, cujo nome será revelado nesta sessão de "Um Objeto e Seus Discursos por Semana".

A entrada é livre, mas sujeita às limitações do espaço.

O programa detalhado do ciclo "Um Objeto e Seus Discursos por Semana" está disponível aqui.