Proteção Civil

"The Guardian" escolhe campanha do Porto para ilustrar notícia sobre a segunda vaga da pandemia na Europa

Estela Silva / EPA

O jornal britânico de referência lança neste domingo um artigo online sobre a segunda vaga da pandemia, em que descreve as medidas adotadas por vários países europeus. Como foto de capa elege uma rua vazia da Baixa do Porto, com enfoque num dos mupis que, por toda a cidade, comunicam quais as regras e comportamentos individuais a ter perante o vírus.

É entre a esquina da Rua de Sá da Bandeira e a Praça de D. João I que o mundo fica a conhecer como a cidade do Porto se está a comportar perante a crise. “Está na cara” é a mensagem que se vislumbra no mupi ilustrado pela fotografia, tirada na semana passada, material que integra a massiva campanha de comunicação lançada em outubro pelo Município do Porto, com o apoio do Studio Eduardo Aires, autor da marca Porto.

No artigo da secção “The Observer”, intitulado “Restrições e fronteiras fechadas enquanto a Europa enfrenta segunda vaga do coronavírus” (“Bars and borders stay closed as Europe battles second wave of coronavirus”), a jornalista Emma Graham-Harrison traça o panorama vivido em países como a França, Áustria, Alemanha, Portugal e Suécia.

Sobre Portugal, descreve que “o país está a passar por uma segunda vaga pior do que a primeira” e que, em resposta, vive “um dos confinamentos mais rígidos da Europa, com recolhimento obrigatório noturno e restrições à circulação aos fins de semana em perto de 200 municípios, onde vivem mais de três quartos da população portuguesa”.

“As pessoas são incentivadas ao teletrabalho, sempre que possível, embora escolas, comércio e restaurantes ainda estejam abertos. Nas áreas mais afetadas pela pandemia, a população deve ficar em casa entre as 23 e as 5 horas, e aos fins de semana a partir das 13 horas da tarde”, prossegue.

Durante a próxima semana, o Município do Porto fez saber que a campanha de mupis vai ser reforçada com novas mensagens, que se juntam às centenas de posições já ocupadas por toda a cidade.

Em entrevista ao Polígrafo (SIC Notícias), na passada segunda-feira, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, sublinhou a importância de uma comunicação clara, pedagógica e verdadeiramente esclarecedora, quanto às medidas preventivas, atitudes e comportamentos que, individualmente e em coletivo, devem ser adotados para combater a disseminação do novo coronavírus.