Cultura

Fundação SPES revisita Martinho Lutero nos 500 anos da Reforma Protestante

O Professor José Eduardo Borges de Pinho, da Universidade Católica, é o orador da conferência sobre "A Reforma e a Teologia: uma releitura de Lutero numa perspetiva ecuménica", que se realiza nesta terça-feira, pelas 21,30 horas, na Casa Torre da Marca (Rua de D. Manuel II, frente ao Palácio de Cristal).

O docente vai deter-se, essencialmente, nos pressupostos hermenêuticos e elementos inovadores do pensamento teológico de Lutero; na releitura ecuménica da Reforma luterana no diálogo teológico católico-luterano; e na Reforma como interpelação, 50 anos depois do Concílio".

Esta sessão insere-se no ciclo de conferências que a Fundação SPES está a promover até 4 de julho, para assinalar os 500 anos da Reforma Protestante iniciada pelo monge alemão.

Além de Francisco Ribeiro da Silva, da Universidade do Porto (UP), que inaugurou o programa na semana passada, estão agendadas conferências por Helena Vilaça (UP), José Esteves Pereira (UN Lisboa), Arnaldo de Pinho, Nuno Ornelas e José Ferrão Afonso (todos da UCP Porto), e ainda de Pedro Vilas Boas (UP) e António Manuel Silva (Arq. Histórico Igreja Lusitana).

A programação detalhada deste ciclo, que termina com uma mesa-redonda em que participam J. Pina Cabral, Sifredo Teixeira e Peter Eisele, está toda aqui.

A Fundação SPES é uma instituição de utilidade pública que foi criada por testamento pelo emblemático Bispo do Porto D. António Ferreira Gomes, aquando da sua morte, ocorrida em 13 de abril de 1989. Os seus objetivos principais são a difusão dos valores que deverão promover o desenvolvimento de uma civilização da BELEZA e do AMOR, tendo como referência a dignidade e a liberdade do Homem.