Cultura

Franz Hauk vem tocar Bach e outros no aniversário do órgão da Sé do Porto

  • Notícia

    Notícia

O premiado organista e maestro alemão Franz Hauk é o intérprete do concerto comemorativo do 32.º aniversário da implantação do grande órgão da Sé Catedral do Porto, que se realiza às 21,30 horas da próxima quinta-feira e inclui Bach, Mozart, Helmschrott e Vierne.

O programa, de entrada livre, tem cerca de uma hora meia e começa com Johann Sebastian Bach (Prelúdio em Mi bemol Maior BWV 552,1; Coral: "Schmücke dich, o liebe Seele" BWV 654; Fuga em Mi bemol Maior BWV 552,2). Seguem-se Wolfgang Amadeus Mozart (Fantasia em fá menor KV 608) e Robert Maximilian Helmschrott (Ex oriente lux), terminando com Louis Vierne (Carrilhão de Westminster op. 54/6).

Franz Hauk nasceu em 1955 em Neuburgo do Danúbio, a norte de Munique, e estudou música e música sacra e geral, bem como piano e órgão, nos conservatórios de Munique e Salzburgo. Teve como professores Aldo Schoen, Gerhard Weinberger, Franz Lehrndorfer e Edgar Krapp. Em 1981, apresentou a sua tese de mestrado no conservatório de Munique, tendo sido galardoado com vários prémios. Em 1988, terminou o doutoramento em música com a tese "A música da Igreja em Munique no início do século XIX".

Como autor, tem-se debruçado sobre os temas Investigação e Práticas de Performance. Tem sido, regularmente, membro do júri em vários concursos musicais, dando masterclasses nos mais prestigiados festivais internacionais de música.

Franz Hauk é organista desde 1982 e, desde 1995, maestro do Coro da Catedral de Ingolstadt, fazendo parte do Ministério da Cultura do estado alemão de Ingolstadt.

Entretanto, especializou-se em reportório de Johann Sebastian Bach, Max Reger e música francesa dos séculos XIX e XX. É, também, um defensor acérrimo de música contemporânea através da sua promoção com a criação de comissões de composição.

O organista tem-se apresentado regularmente em concerto por toda a Europa e Estados Unidos, sendo parte deles transmitida pela rádio. Gravou dezenas de CDs, quer como organista quer como maestro.