Cultura

Filme sobre o psicólogo que abalou a América dá debate no ciclo sobre a Justiça no cinema

"Experimenter: Stanley Milgram, o psicólogo que abalou a América" é o filme desta quarta-feira no ciclo "A Justiça no cinema", pelas 21 horas na Casa das Artes, a que se segue um debate a propósito da polémica gerada nos anos 60 a partir do julgamento de um criminoso de guerra nazi.

O filme, realizado por Michael Almereyda em 2015, foca o psicólogo Stanley Milgram (Peter Sarsgaard) que, em 1961, realizou uma série de experiências sobre a obediência, na Universidade de Yale. A investigação decorreu ao mesmo tempo que o julgamento de Adolf Eichmann (o criminoso de guerra nazi que alegou obediência como defesa durante o seu julgamento, em Israel) e pretendia explicar a relação das pessoas com a autoridade.

A violência da experiência, que permanece relevante até hoje, agitou a cultura popular e a comunidade científica e gerou admiração por Milgram, mas também acusações de sadismo e manipulação.

A exibição de "Experimenter", na Sala Henrique Alves Costa da Casa das Artes, é seguida de um debate com a psicóloga Sofia Neves, o advogado

Rui Assis e a docente universitária Ana Pereira de Andrade, sob moderação de Paulo Pimenta, presidente do Conselho Regional do Porto da Ordem dos Advogados.

O ciclo "A Justiça no Cinema" é uma iniciativa da Associação Jurídica do Porto e contempla vários filmes premiados em Cannes e Berlim, seguidos de debates com diversas personalidades sobre temáticas jurídicas como a delinquência juvenil nos Tribunais de Família e de Menores, a psicologia e o Direito, a revolução cultural chinesa e os direitos, liberdades e garantias fundamentais, ou o drama dos refugiados em Lampedusa e o Direito Internacional. 

Os bilhetes estão à venda na Casa das Artes. Mais informações na página da AJP no facebook ou através do endereço eletrónico direitoemdebateajp@gmail.com .