Desporto

Esperadas milhares de pessoas na Corrida de São João do próximo domingo

Pedro Figueiredo

No próximo domingo, 18 de junho, milhares de pessoas vão
juntar-se na marginal do Porto para participar na 18ª edição da Corrida de São
João do Porto Santander Totta, uma das provas de atletismo mais populares da
cidade.


A iniciativa apresenta duas provas: uma corrida de 15 km,
que junta profissionais e amadores, e uma caminhada de 8 km sem fins
competitivos. A novidade este ano é a alteração dos percursos, que têm partida
e chegada no Jardim do Calém.


De entre os atletas de elite anunciados, Sara Moreira, atleta
do Sporting C. P. e recentemente medalhada de ouro nos 10.000 metros na Taça da
Europa, será o grande cartaz da corrida e tentará repetir o seu triunfo na Corrida
de São João, proeza que, no sector feminino, só foi conseguida, entre
portuguesas, por Helena Sampaio.


A rivalizar com a fundista do Sporting C. P. estará Catarina
Ribeiro, que volta ao Porto depois de ter conseguido na Invicta, em novembro
passado, mínimos para os Mundiais de atletismo na maratona e depois de ter ganho
a Sara Moreira, precisamente, há duas semanas, na Meia Maratona do Douro
Vinhateiro. Outra atleta com mínimos para a maratona dos Mundiais, Doroteia
Peixoto, fecha o trio de elite que poderá dominar o pódio, sendo a outra maior
candidata a lá tentar entrar, Inês Monteiro.


No lado masculino, o excelente maratonista olímpico
brasileiro Paulo de Paula - oitavo em Londres 2012, 15º no Rio 2016 - vai
procurar manter o lugar mais alto do pódio em mãos sul- americanas, depois do
seu compatriota Ederson Pereira ter triunfado o ano passado. Para isso terá que
bater forte concorrência portuguesa, encabeçada por Rui Pedro Silva, que
procura regressar à melhor condição após um prolongado período marcado pelas
lesões e que terá ainda um olho posto na possibilidade de chegar a um inédito
quarto triunfo na competição.


Daniel Pinheiro, que vem de uma sucessão de triunfos em
provas da Runporto, lá estará também, tal como José Moreira, Nuno Lopes, Hélder
Santos, Vítor Oliveira e Miguel Ribeiro, entre outros, o que permite fazer crer
que apesar da presença de Paulo de Paula o triunfo final masculino poderá bem
voltar a ser português.


A realização da prova obriga a alterações de trânsito na zona. Para facilitar a mobilidade, os utilizadores munidos com cartão Andante
poderão estacionar as viaturas, entre as 7 e as 17 horas de domingo (18 de
junho) com o custo de 0,95 euros, no parque do Campo Alegre e no parque da Casa
da Música. O estacionamento no parque Campus Foz Universidade Católica é
gratuito.


A oferta das linhas de transporte público da STCP mantém-se
a habitual de domingo de manhã, mas ajustada em função dos condicionamentos de
trânsito programados. O corredor do Campo Alegre será reforçado pela linha 200
(Aliados - Campo Alegre - Foz - Castelo Queijo) com oferta de 20 em 20 minutos
entre as 6 e as 14 horas. Está, ainda, prevista uma paragem adicional, em ambos
os sentidos, junto ao parque de estacionamento do Campo Alegre.


Organizada pela Runporto, em parceria com a Câmara do Porto,
a Corrida de São João faz já parte das tradições das festas da cidade e, para
além da competição mais intensa, proporciona momentos de convívio e diversão,
ao som dos martelinhos sanjoaninos.