Sociedade

Encontro Nacional de Conselhos Municipais de Juventude faz caminho Braga-Porto

  • Porto.

  • Notícia

    Notícia

#fib_workshop_arquitetos_12.jpg

Filipa Brito

Acontece pela primeira vez, a 23 e 24 de abril, o A3 – Encontro Nacional de Conselhos Municipais de Juventude. Uma iniciativa com os municípios do Porto e de Braga ao volante, e que conta com a participação do Conselho Nacional de Juventude (CNJ), da Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ) e do Instituo Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Inscrições até 26 de março.

O ponto de partida para este encontro é o mote da Presidência Portuguesa da União Europeia 2021, que dedica especial atenção ao Objetivo de Juventude “Espaço e Participação para Todos”. Com esta bagagem, Porto e Braga lançam-se numa viagem para juntar jovens, autarcas e técnicos “no sentido de repensar soluções que promovam uma maior e efetiva aproximação dos jovens às instituições democráticas”.

O Encontro Nacional de Conselhos Municipais de Juventude 2021 pretende lançar a reflexão sobre a missão, o impacto e o potencial dos Conselhos Municipais de Juventude, com vista a reforçar a participação jovem e apoiar a melhoria contínua das políticas de juventude locais.

Serão dois dias de trabalho – em formato digital – com o intuito de criar uma Carta A3, onde serão escritas dez ideias para melhorar os Conselhos Municipais de Juventude. No documento, seguirá ainda uma bolsa de projetos para pôr essas ideias em prática.

As inscrições estão abertas a todos os municípios do país, independentemente de já terem Conselho Municipal de Juventude ou ainda o estarem a criar. Cada município deve inscrever dois jovens e um técnico municipal.

A 24 de abril, haverá lugar ao Encontro Nacional de Vereadores de Juventude, uma sessão para os autarcas dos municípios participantes, com moderação do Conselho Nacional de Juventude e da Federação Nacional das Associações Juvenis.

No final, uma mesa-redonda dará espaço à apresentação de resultados e ao debate. Mais informações através do email encmj2021@gmail.com.

A organização considera este o momento mais oportuno para fazer acontecer o primeiro Encontro Nacional de Conselhos Municipais de Juventude, “quando se vai desenvolver um novo Plano Nacional para a Juventude, iniciar um novo ciclo de políticas locais e crescem as expectativas com a implementação da Agenda Europeia de Trabalho com Jovens (Processo de Bona)”.

As duas cidades assumem a condução da iniciativa fazendo jus ao seu relevante papel na promoção das políticas de Juventude. Recorde-se que o Porto já criou o Conselho Municipal de Juventude em 2000 (com um balanço positivo das atividades em ano de pandemia) e foi a primeira cidade portuguesa a desenvolver um plano municipal de juventude, em 2009, estando, neste momento, a trabalhar na cocriação da Estratégia da Juventude do Porto 4.0. Mais recentemente, passou a integrar a Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude.

Braga foi Capital Europeia da Juventude em 2012, Capital Ibero-americana da Juventude em 2016, integra a Rede de Capitais Europeias de Juventude e o Europe Goes Local.