Economia

É agora mais fácil conhecer as novas startups e saber quais têm maior crescimento no Porto

A iniciativa municipal ScaleUp Porto adicionou uma nova ferramenta ao mapa do ecossistema de empreendedorismo da cidade, facilitando o acesso a toda a informação sobre as startups da cidade.

Com o objetivo de monitorizar e promover o ecossistema de empreendedorismo na cidade Invicta, o ScaleUp Porto lançou uma nova ferramenta que facilita a tarefa de encontrar as novas startups e aquelas com maior crescimento, criar recomendações de empresas e investidores, conhecer a evolução do investimento ou fazer pesquisas direcionadas.

Este dashboard, ou painel, vem tornar o mapa do ecossistema do empreendedorismo, lançado em janeiro de 2019, mais fácil de consultar. Num trabalho contínuo de evolução em conjunto com a startup Dealroom, que desenvolve a plataforma, esta ferramenta facilita a visualização de toda a informação, de forma centralizada, permitindo uma maior compreensão, o acompanhamento da sua evolução e a comunicação mas eficaz para diferentes públicos-alvo.

O objetivo é acompanhar a evolução dos dados para compreender a evolução do ecossistema e o seu impacto para a inovação, a economia e competitividade da região. A ferramenta funciona ainda como um elo de ligação entre as empresas, os cidadãos e os parceiros nacionais e europeus, com o objetivo de gerar oportunidades.

Esta ferramenta é colaborativa, pelo que todos podem contribuir acedendo, criando, reclamando os perfis das suas organizações e atualizando as informações. Apenas com o contributo de todos se poderá tornar este mapa fiel e útil.

De acordo com a Dealroom, principal fornecedor e gestor de dados sobre startups, empresas em crescimento e ecossistemas tecnológicos no panorama europeu, este é um passo para a criação de uma experiência mais personalizada, que continuará a evoluir no sentido de criar as oportunidades mais úteis para cada um dos intervenientes.

Apesar do impacto da pandemia, as startups da cidade representam um volume de negócios anual superior a 126 milhões de euros, de acordo com um estudo lançado recentemente pelo ScaleUp Porto.