Desporto

Do bairro para locais icónicos do Porto, os jovens talentos do breaking mostram o que estão a aprender

Há já dois meses que o programa municipal “Desporto no Bairro” está no terreno a transmitir a paixão pelo breaking aos jovens de oito bairros do Porto. O espetáculo final continua em preparação, mas os talentos de palmo e meio já têm muitos progressos para mostrar.

Tomando toda a cidade como palco, os jovens talentos mostram em vídeo alguns dos passos que têm estado a aprender com os formadores deste programa municipal, desenvolvido através da Ágora – Cultura e Desporto do Porto.

É caso para dizer que o “Desporto no Bairro” e o breaking não se limitam aos bairros do Porto onde decorre o programa (Aldoar, Fonte da Moura, Viso, Ramalde, Pasteleira, Pinheiro Torres, Lagarteiro e Cerco), mas assumiram o protagonismo em alguns dos locais mais icónicos do Porto.

Num périplo que passou pelo Cais da Ribeira, Estação de São Bento, Torre dos Clérigos, Jardim da Cordoaria, Praça dos Leões, Praça da Liberdade, Avenida dos Aliados e Praça do General Humberto Delgado (mesmo em frente ao edifício dos Paços do Concelho), os jovens talentos exibem os movimentos que têm vindo a aprender com os b-boys e b-girls da Momentum Crew, que dinamiza o programa no terreno.

O objetivo, assume Max Oliveira, coordenador no terreno do “Desporto no Bairro”, diretor do MXM ArtCenter e fundador da Momentum Crew, o primeiro grupo profissional de dança urbana em Portugal, é que os pupilos possam “ensinar e motivar outros jovens” a participar.

É, literalmente, o breaking trocado por miúdos. E o “Desporto no Bairro” ainda mal começou – o programa terá um espetáculo final, em data e local ainda anunciar, no qual participarão os jovens finalistas nesta primeira edição da iniciativa.

O breaking é uma modalidade que une desporto e expressão artística. Em 2024 passará a integrar o programa olímpico. Até lá, pode ser apreciado num local perto de si, algures no Porto.