Desporto

Desporto no Bairro: da rua para o palco em apenas três meses

  • Notícia

    Notícia

Filipa Brito

Faltam poucos dias para a apresentação do espetáculo final do programa municipal Desporto no Bairro, que a 9 de dezembro juntará em palco os 35 finalistas dos oito bairros abrangidos pela iniciativa, os 10 b-boys e b-girls que monitorizaram o projeto e ainda o grupo internacional ILL-Abilities, na sua estreia em Portugal.

Apresentado em setembro, o programa municipal Desporto no Bairro, desenvolvido pela empresa municipal Ágora – Cultura e Desporto do Porto, aproxima-se do seu momento final, com a apresentação de um espetáculo que juntará em palco, no Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, os vários protagonistas deste projeto, incluindo os 35 finalistas desta primeira edição, com idades que variam entre 6 e os 19 anos.

Depois de já terem mostrado, em alguns locais icónicos do Porto, aquilo que têm vindo a aprender, os jovens talentos, alguns de “palmo e meio”, vão pela primeira vez pisar um palco, dançar com alguns dos melhores b-boys do mundo e mostrar – à família e ao público – o resultado do trabalho com as cinco equipas de formadores que, duas vezes por semana, se deslocavam ao coração de oito bairros do Porto, onde partilhavam a sua experiência com quem aparecesse no ringue...

“Chegávamos com um rádio na mão e estendíamos um linóleo, esperando que viessem dançar connosco. Foi um processo de respeito, não de respeito imposto, mas antes moldado de forma orgânica”, lembra Max Oliveira, diretor do MXM Art Center, que coordenou o projeto no terreno.

Superando todas as expetativas, o Desporto no Bairro conseguiu envolver, até final de outubro, mais de 400 crianças e jovens no conjunto dos oito bairros (Aldoar, Fonte da Moura, Viso, Ramalde, Cerco, Lagarteiro, Pasteleira, Pinheiro Torres), ensinando e despertando em todos os participantes a paixão pelo breaking, modalidade que se estreará no programa olímpico em 2024.

“Foi uma longa e intensa viagem, por vezes com alguns sobressaltos, mas que terá agora o seu momento alto e de partilha com todos, através de um espetáculo que vai procurar recriar em palco história deste programa e a realidade vivida por esta equipa durante os últimos meses”, revela Max Oliveira, curador do espetáculo e fundador dos Momentum Crew, o primeiro grupo de dança urbana em Portugal.

Convidados internacionais

Para além dos 10 membros da equipa de monitores e dos 35 jovens finalistas desta primeira edição, o espetáculo contará ainda com a participação especial do grupo internacional ILL Abilities, constituído exclusivamente por bailarinos com diferentes incapacidades físicas.

A crew formada em 2007 pelo canadiano Luca “Lazylegz” Patuelli, integra bailarinos de vários pontos do globo – Estados Unidos, Canadá, Brasil, Chile, Países Baixos e Coreia do Sul – atuando pela primeira vez em Portugal para difundir uma poderosa mensagem motivacional, resumida no lema deste grupo: “No Excuses, No Limits”.

“Todos, exceto um membro do grupo, têm deficiências sérias, mas nada os impede de competir e mostrar as suas incríveis habilidades. É mesmo fechar com chave de ouro”, remata Max Oliveira.

O espetáculo, marcado para as 20,30 horas do próximo dia 9 de dezembro, terá lotação reduzida, para maior conforto e segurança de todos, cumprindo com todas as normas impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, o uso de máscaras será obrigatório e todos os lugares estarão identificados, cumprindo o distanciamento obrigatório entre os espectadores que não façam parte do mesmo agregado. De modo a evitar qualquer tipo de congestionamento entre pessoas, todas as entradas e saídas terão circuitos próprios com a devida sinalização. A abertura de portas será às 19,30 horas.

Os bilhetes para o espetáculo são gratuitos, mas de reserva obrigatória (máximo 2 por pessoa), através do e-mail desporto@agoraporto.pt.