Cultura

"Criatório" é o programa de apoio à criação artística contemporânea que a Câmara do Porto vai lançar

  • Notícia

    Notícia

Miguel Nogueira

Cumprindo uma promessa do
presidente da Câmara, a autarquia vai lançar uma bolsa que receberá a
designação de "Criatório", de apoio à criação artística contemporânea no Porto.
Na proposta que será sujeita a aprovação do executivo na próxima terça-feira,
Rui Moreira escreve que a Câmara "considera a criação contemporânea um vetor
central no desenvolvimento da cidade e que deve ter um papel progressivamente
relevante na evolução dos discursos artísticos contemporâneos". Esta é mais uma
iniciativa que integra a avaliação concursal de propostas artísticas no projeto
cultural do Município do Porto e que tem como objetivo vincular a criação artística
ao território da cidade.


O "Criatório" implica um concurso,
com vista à atribuição de bolsas a 16 projetos de criação artística, cada um no
valor de 15 mil euros, nas modalidades de Artes visuais e curadoria; Artes
performativas e programação; Composição, programação e performance musical; Literatura,
investigação e pensamento crítico.


Serão admitidos a concurso
candidaturas cujo projeto de criação seja desenvolvido no Porto, durante um
período mínimo de seis meses e máximo de doze e cuja apresentação pública no
Porto - sob a forma de exibição ou edição, consoante o caso - ocorra até ao final
de 2018 e não beneficiem de outro tipo de apoios do Município do Porto para o
mesmo projeto.


O júri do concurso é designado
pela Câmara do Porto e composto por cinco elementos, sendo: dois representantes
do Município e três individualidades de reconhecido mérito na área da arte
contemporânea.

O período de submissão decorrerá
entre meados de dezembro de 2016 e finais de janeiro de 2017