Cultura

Coreógrafo Marcelo Evelin reafirma a vida no Rivoli com "Dança Doente"

O coreógrafo brasileiro Marcelo Evelin apresenta hoje e amanhã, no Grande Auditório do Rivoli, "Dança Doente", pela companhia Demolition Incorporada. Uma coprodução com o Teatro Municipal do Porto, o espetáculo inspira-se na obra do coreógrafo japonês Hijikata Tatsumi. Através da premonição de morte, reafirma a vida.

Nesta peça, Marcelo Evelin
investiga o universo de Tatsumi, mestre de butoh, uma dança de origem
japonesa desenvolvida a partir dos anos sessenta, que surge como reação à
imitação da dança contemporânea ocidental da época. Estabelecendo uma relação
aparentemente impossível entre esta dança introspetiva japonesa e os rituais
brasileiros, Evelin aborda-a enquanto sintoma, ou uma patologia dançada - "um
corpo em movimento para fora de si mesmo, uma dança virótica, contagiosa, como
premonição da morte e, simultaneamente, afirmação da vida em toda a sua
potência", nas suas palavras.

Entre vida e morte, masculino e
feminino, sexo e poesia num jogo de ocultação e desocultação proporcionados por
uma tela negra, o espetáculo promete uma exploração do corpo na sua potência
selvagem, carnal e excessiva.

Ao Porto., e precisamente onde
tudo começou (no Teatro Campo Alegre), Marcelo Evelin falou sobre o modo como,
pela premonição da morte, esta sua obra deseja reafirmar a vida. Alteridade, (in)consciência
do Outro ou alienação da realidade são temas caros ao artista brasileiro, que
reconhece (também) por isso grande atualidade no legado de Hijikata Tatsumi.

Para o coreógrafo brasileiro,
este é "um espetáculo do Porto", cidade que admira e que, neste caso, estimulou
o processo criativo e artístico. O resultado está no palco.



 

O espetáculo tem atividades
complementares gratuitas: a conversa pós-espetáculo com a coreógrafa Joana von
Mayer Trindade na sexta-feira, e o Aquecimento Paralelo com Joclécio Azevedo na
tarde de sábado, imediatamente antes do espetáculo.

 

///

"Dança Doente"

Sexta-feira, 6 de Outubro - 21,30 horas

Sábado, 7 de outubro - 19,00 horas

+info em Teatro Rivoli