Mobilidade

Conferência “Margens que se ligam” vai debater nova ponte para o metro

  • Porto.

  • Notícia

    Notícia

#mno_Porto_vista_arrabida.jpg

Porto.

Esta quinta-feira, Porto e Vila Nova de Gaia sentam-se à mesa do debate para falar de algo mais que as une: a nova ponte sobre o Rio Douro, que servirá de metro as duas cidades. A conferência “Margens que se ligam” é uma iniciativa do Jornal de Notícias e da TSF, em parceria com as duas autarquias, e vai ouvir as perspetivas de peritos nas áreas da engenharia, arquitetura, arquitetura paisagista e transportes.

Trata-se de “um debate em que se pretende que nada fique por dizer. E para que seja possível a todos os cidadãos formar uma opinião informada”.

Depois da sessão de abertura, onde irão intervir o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, e o congénere de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, seguem-se as perspetivas de Joaquim Poças Martins, da Ordem dos Engenheiros Região Norte, de João Pedro Xavier, diretor da Faculdade de Arquitetura da U.Porto, de Teresa Marques, arquiteta paisagista da Faculdade de Ciências da U.Porto, do engenheiro especialista em transportes, Álvaro Costa, e do presidente da Metro do Porto, Tiago Braga.

Ao final da noite, é aberto lugar ao debate entre Teresa Calix, arquiteta e vice-diretora da Faculdade de Arquitetura, João Teixeira, enquanto presidente da Associação de Estudantes da Faculdade de Letras, e Paulo Farinha Marques, arquiteto paisagista da Faculdade de Ciências, todos da U.Porto, num painel moderado por Rafael Barbosa.

Com início às 21,30 horas, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, quem quiser assistir à conferência deverá fazer inscrição prévia até às 17 horas de quinta-feira.

A nova ponte sobre o Rio Douro será construída para servir uma nova linha da Metro do Porto. Os três projetos finalistas foram conhecidos em outubro. A adjudicação da obra deverá ser atribuída no início de dezembro para que a ponte se erga até ao final de 2025.