Cultura

Casa da Música assinala a Páscoa com dois concertos

  • Notícia

    Notícia

#mno_casa_da_musica.jpg

A Casa da Música (CdM) assinala a Páscoa com dois concertos na Sala Suggia: o primeiro, "Ressurreição" de Mahler, é apresentado nesta terça-feira, 20 de março; o segundo, com obras de Händel e Bach, está agendado para o dia 28 de março.

RESSURREIÇÃO | 20 de março, 19,30 horas

Qual o sentido da vida ou o que virá depois da morte são questões colocadas por Gustav Mahler na sua Sinfonia N.º 2, e às quais o compositor dá uma resposta no último andamento da obra - a Ressurreição.

"Herdeira da Nona de Beethoven, pelo uso de coro e vozes solistas e pelo seu carácter metafísico, a sinfonia atinge o auge com o júbilo explosivo da vida eterna. As inúmeras referências filosóficas, literárias e religiosas passam por momentos como o Sermão de Santo António aos peixes, o Juízo Final e a ressurreição de Cristo" - escreve a Casa da Música.

Sob a direção musical de Peter Rundel, este programa reúne os agrupamentos residentes Remix Ensemble e Coro Casa da Música. Conta ainda com as vozes aclamadas da soprano Sarah Wegener e da meio-soprano Louise Callinan.

SALVE REGINA | 28 de março, 21,00 horas

A soprano Marie Lys, um dos nomes emergentes no panorama europeu do canto lírico, apresenta-se pela primeira vez na Casa da Música. A vencedora do Concurso Internacional de Belcanto Vincenzo Bellini (2017) e do Göttinger Reihe Historischer (2015) dará voz a uma série de cantatas de Bach alusivas à paixão de Cristo e ao comovente Salve Regina de Händel.

"Demonstração de plena sintonia entre o texto e a música, contraste perfeito entre o lirismo expressivo e a mais virtuosa coloratura", Salve Regina é "uma das obras primas do Barroco", destaca a Casa da Música a propósito deste programa, que integra ainda obras instrumentais dos dois compositores.

Sob a direcção de Laurence Cummings, cravista e referência internacional na interpretação de Händel, este concerto é interpretado pela Orquestra Barroca Casa da Música.