Cultura

Cartas de amor contam a história de um casal portuense do século XVIII

Cartas de amor no Arquivo Histórico da Câmara Municipal do Porto? Sim, isso mesmo. Um maço com cerca de 20 cartas tem escrita a história de amor entre Ana Cândida Delfina e Vítor da Transfiguração. A troca de correspondência pode ser consultada online.

Vítor era, muito provavelmente, aluno do Colégio dos Órfãos, uma instituição que, desde o séc. XVII, acolhia rapazes de classe média sem recursos. O colégio funcionava com regras rigorosas, à semelhança de uma congregação religiosa.

A maior parte das cartas são de Ana Cândida, falando sobretudo dos seus sentimentos, e a última carta foi escrita por Vítor para a sua amada, que não a chegou a receber, porque todas foram apreendidas ao jovem rapaz no final de junho de 1797.

Pode ver e ler as imagens dos originais, ou a sua transcrição em grafia atual, na plataforma digital do Arquivo Municipal do Porto.