Ambiente

Câmara Municipal do Porto vai decidir sobre a proposta de revogação do concurso público internacional de resíduos indiferenciados e limpeza pública

O executivo municipal vai, na
próxima terça-feira, deliberar sobre proposta de não adjudicar e de revogar a
decisão de contratar, no âmbito do concurso público internacional de recolha
resíduos indiferenciados e limpeza pública. Esta decisão vem na sequência da
proposta de homologação da decisão do júri, que vai no sentido da exclusão de
todas as propostas.


 


Perante este facto, que deixa
deserto o concurso lançado em março de 2016, o Executivo irá deliberar sobre a
revogação deste procedimento.


 


O Executivo decidirá, ainda,
quanto a ser a Empresa Municipal de Ambiente a assumir toda a operação de
recolha de resíduos e a iniciar de imediato os procedimentos para a prestação
de todos os serviços adequados, o que decorre do facto de, desde agosto
deste ano, a Câmara Municipal ter delegado na sua Empresa Municipal a gestão de
resíduos e limpeza pública, existindo assim um instrumento que não possuía em
março de 2016.