Sociedade

Câmara apoia o mais jovem estúdio de arquitetura presente na Bienal de Veneza

  • Notícia

    Notícia

#Tiago_Casanova_Bienal_Venesa_04.jpg

Chama-se SUMMARY e é o estúdio de arquitetura mais jovem convidado para participar na edição
deste ano da Bienal de Veneza. É português e foi criado em 2015 pelo arquiteto
Samuel Gonçalves, de apenas 28 anos. Em Veneza este estúdio apresenta um sistema
para construir edifícios de betão em tempo recorde, com o apoio da AECA -
Associação Empresarial de Cambra e Arouca, da Building Pictures, da Câmara
Municipal de Arouca, da Câmara Municipal do Porto, do Grupo Farcimar e da SDD -
Soluções em Madeira.


SUMMARY, estúdio incubado no
UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, apresenta uma instalação original, designada "Infrastructure
- Structure - Architecture", que permite uma resposta concreta para um dos
principais desafios da arquitetura contemporânea: acelerar e simplificar os
processos construtivos. Da apresentação feita pelo estúdio faz parte o projeto
GOMOS, um sistema modular inovador que permite construir edifícios de betão por
módulos. Estes módulos, já com acabamentos exteriores e interiores, são
produzidos em fábrica durante três meses e montados em cerca de três dias. "Com
este e outros projetos, procuramos soluções arquitetónicas que não se foquem
apenas na obtenção de um bom resultado final, mas também na otimização dos
recursos e do tempo necessários para o atingir", refere o Samuel Gonçalves.


A Bienal de Arquitetura de Veneza
junta 88 estúdios de arquitetura de 37 países diferentes. A instalação de
SUMMARY poderá ser visitada durante o período em que decorre o certame, até 27
de novembro, na área exterior do Arsenale di Venezia.