Cultura

Bolsa Isabel Alves Costa já está no terceiro ano de apoio às artes performativas

A
terceira edição da Bolsa de Criação Isabel Alves Costa já está no terreno e
traz como novidade a passagem a uma periodicidade bienal.

O
Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP),  as Comédias do Minho (CdM) e o Teatro Municipal do Porto estão a organizar a terceira edição da Bolsa de Criação Isabel Alves Costa.


A
iniciativa passa a ter caráter bienal e tem já abertas as candidaturas para uma
nova criação no domínio das artes performativas, a ser trabalhada em residência
e a circular pelos dois territórios de ação da CdM e do FIMP: o Vale do Minho e
o Porto, respetivamente.

O
projeto vencedor será apresentado em coprodução com o Teatro Municipal do
Porto.


 


A
Bolsa de Criação Isabel Alves Costa (ex-diretora do Rivoli) surge como vontade
de abertura a novas propostas. Com este gesto, alarga-se o espaço já existente
no panorama artístico legitimado, contribuindo para a renovação do tecido
artístico na sua relação com públicos e territórios.


 


Serão
privilegiados projetos de pequeno/médio formato e grande portabilidade, em que
a liberdade de criação e inovação, o cruzamento de linguagens e o pensamento
estruturado sejam claros eixos de trabalho e exercício artístico.


 


O
período de candidatura decorre até 1 de dezembro.


 

+Info: Para
requisitos e mais informações consulte aqui