Ambiente

Bioblitz celebra a biodiversidade do Parque Serralves numa edição em formato misto

  • Porto.

  • Notícia

    Notícia

#fib_biodiversidade_serralves.jpg

A Fundação de Serralves, com o apoio da Lipor, volta a mostrar a biodiversidade do seu Parque na 7.ª edição do Bioblitz que acontece de 31 de maio a 6 de junho.

O evento de carácter pedagógico e científico promove a educação e sensibilização para o ambiente, biodiversidade e sustentabilidade e dá a conhecer a fauna e flora do Parque de Serralves.

Em 2021, o evento surge num novo formato online para as escolas e presencial para o público em geral, contando com oficinas pedagógicas e científicas, saídas de campo, visitas temáticas e espetáculos. O objetivo é promover a consciencialização da comunidade para a importância da biodiversidade, através da conexão entre metodologias explorativas, científicas, artísticas e culturais, na construção de uma narrativa contemporânea para a sustentabilidade, inspirada no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, “Proteger a Vida Terrestre”.

Esta edição terá lugar entre os dias 31 de maio e 4 de junho, em formato online direcionada às escolas, e 5 e 6 de junho, no formato presencial para o público em geral, com entrada gratuita no Parque de Serralves, para que, de forma presencial, possam participar nas diversas atividades dirigidas a crianças e famílias.

A Câmara do Porto volta a marcar presença na iniciativa, através da Lipor, ao participar no Ciclo de Conversas Online “Os Municípios Lipor e a Biodiversidade”, juntamente com o Município da Póvoa de Varzim, no dia 2 junho (das 18 às 19,30 horas). Estas conversas temáticas têm como objetivo dar a conhecer os projetos de cada município na promoção da biodiversidade urbana.

Além disso, a autarquia vai também disponibilizar uma seleção de vídeos do Programa de Educação Ambiental Virtual, das séries “De binóculos no sofá” e “Biodiversidade em casa”, para municiar alguns recursos digitais na plataforma “programa escolas” para docentes, famílias e comunidade escolar.

O acesso é gratuito. Mais informações disponíveis no site da Fundação de Serralves.