Cultura

Anúncio do Prémio Fernando Távora

O vencedor
da 11.ª edição do Prémio Fernando Távora será anunciado na próxima
segunda-feira, quatro de abril, às 22 horas, no Salão Nobre da Câmara de
Matosinhos. Trata-se de uma bolsa de viagem no valor de 6 mil euros. O anúncio
do vencedor será antecedido por uma conversa entre a coreógrafa Olga Roriz,
membro do júri, e a sua biógrafa Mónica Guerreiro, atual diretora municipal de Cultura
e Ciência da Câmara do Porto.


Em homenagem
ao arquiteto Fernando Távora, que influenciou gerações sucessivas de arquitetos,
a Ordem dos Arquitectos Secção Regional Norte (OASRN) promove, anualmente, um
prémio destinado a todos os profissionais inscritos na Ordem, para a melhor
proposta de viagem de investigação, selecionada em concurso nacional.


O objetivo é
incentivar e valorizar a 'Viagem de Investigação' enquanto instrumento de
formação do arquiteto.


O Prémio
Fernando Távora relaciona-se com os hábitos do arquiteto que, durante toda a
vida, viajou pelos vários continentes para estudar a arquitetura de todas as
épocas. As suas viagens desde 1958 até 2000 estiveram na base do conteúdo e
método da sua atividade pedagógica. As aulas e projetos de Fernando Távora
consolidaram, em sucessivas gerações, a nível nacional e internacional, a ideia
de que o conhecimento da história e da cultura são indispensáveis para a
produção da arquitetura contemporânea.


O Prémio
possibilita aos arquitetos uma preparação através de experiências reais e, ao
mesmo tempo, destina-se a perpetuar a memória do arquiteto, valorizando a
importância da viagem e do contato direto com outros países para a formação da
cultura do arquiteto.


Os
vencedores das edições anteriores já percorreram países como o Japão, Noruega,
Suécia, República Checa, Áustria, Suíça, Itália, Inglaterra, Angola, etc.


À semelhança
de anos anteriores, o prémio foi aberto no Dia Mundial da Arquitetura (primeira
segunda-feira de outubro), com a apresentação do júri para o ano seguinte. Este
ano é constituído pela coreógrafa Olga Roriz, pelos arquitetos Daniel Couto,
Inês Lobo (indicada pela Casa da Arquitectura) e Cláudia Costa Santos (em
representação da OASRN) e pela Maria José Távora (designada pela família do
Arquiteto Fernando Távora).