Cultura

António Carneiro "conduz" passeio cultural pelo Porto

A pintura "O Porto Azul" de António Carneiro é o mote para o Percurso Cultural da próxima sexta-feira, que vai guiar-se pel' "O Porto de outros tempos" de Firmino Pereira.

Os participantes nesta iniciativa municipal, com início pelas 14,30 horas, vão partir do Terreiro da Sé, que é ponto central daquele quadro de António Carneiro, um caso exemplar de vocação inata para a pintura. Ou, como disse Diogo de Macedo, "um caso à parte do nosso meio plástico: nasceu poeta e foi pintor".

Vencendo grandes dificuldade, António Carneiro (1872-1930) estudou nas Oficinas do Barão de Nova Sintra, na Academia de Belas Artes do Porto e na Academia Julian de Paris, tornando-se um dos maiores pintores da cidade. É também da sua autoria o retrato (sanguínea) de Marta Ortigão Sampaio.

A Casa-Oficina António Carneiro, na rua com o seu nome situada na zona do Bonfim, contém um espólio de cerca de 300 pinturas do artista, entre outras obras e objetos que lhe pertenceram.

Orientado por Isabel Andrade Silva, técnica municipal da Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio, este percurso será apoiado nas descrições contidas no livro "O Porto de outros tempos - notas históricas, memórias, recordações", da autoria de Firmino Pereira e publicado em 1914 pela Livraria Chardron.

A participação tem um custo de 3 euros e o bilhete pode ser adquirido online.

Mais informações através do email percursos.culturais@cm-porto.pt ou do telefone 223 393 480.

A programação dos Percursos Culturais da Câmara do Porto para este trimestre pode ser consultada aqui.