Cultura

"A Pele e a Espessura do Desenho" na Casa Museu Guerra Junqueiro

"A Pele e a
Espessura do Desenho" dá nome à mais recente exposição de arte contemporânea na
Casa Museu Guerra Junqueiro. Com artistas portugueses e brasileiros e curadoria
de Fátima Lambert, inaugura na sexta-feira, dia 8 de julho, pelas 19 horas.


O calendário
da exposição teve início em Lisboa, na Fundação Portuguesa das Comunicações, em
maio de 2015, tendo sido apresentado, mais recentemente, no SESC Ipiranga em
São Paulo. A mostra realizada para o Brasil propôs um novo formato, com obras
feitas especificamente para esse espaço, mas respeitando a mesma identidade
concetual. No Brasil a exposição foi inaugurada a 16 de fevereiro e ficou
patente até finais de maio passado.


O vaivém
entre as margens do oceano organiza-se nas muitas conversas a desenvolver no
conjunto de obras que exibe as afinidades e os contrapontos de linguagens entre
os cinco artistas: Amélie Bouvier (França / Portugal), Nazareno (Brasil), Paulo
Climachauska (Brasil), Renato Leal (Brasil) e Sofia Pidwell (Portugal).


"Cada um dos
artistas selecionou os meios específicos, para se aliar ao espaço da Casa Museu
Guerra Junqueiro, procurando-lhe ínfimas entranhas - sinuosidades de contorno e
de ângulos, portas, paredes, tetos, muros, chão. Tudo se propiciou para que
reagissem num tempo igualmente diferente, onde o fio dos dias traz novidades,
ambiguidades e comprovações. Assim, as formas preenchidas pela perceção de cada
visitante-espetador, flexibilizam entendimentos e sensibilidades, num esforço
de converter em figurações (abstratas e/ou representacionais) as coisas
desenhadas por contornos, mais abertos ou fechados sobre si em linhas, planos e
volumes. Identificam-se as linhas progressivas (ou regressivas) que direcionam
os eixos arquiteturais de edificações imaginadas ou factuais - inteiras ou
destituídas. São, igualmente, sinais rápidos de seres reais, de híbridos:
zoomorfias, antropomorfias e assim por diante. Movimentam-se, refletindo
energias que se geometrizam e abstraem quase até ao despojamento semântico",
explicou a curadora Fátima Lambert.


 


+Info: "A Pele e a Espessura do
Desenho"


Curadoria:
Fátima Lambert


Assistência:
Mariaelena Cappuccio


De 8 de
julho a 4 de setembro 2016


Inauguração:
19 horas


Casa Museu
Guerra Junqueiro - Rua de D. Hugo, 32, Porto


Seg. - sáb.:
10 às 17 horas


Domingo: 10 -
12 horas /14 -17 horas


Encerra aos
feriados


Entrada
gratuita