Mobilidade

60,6 milhões de passageiros utilizaram o Metro em 2017

Miguel Nogueira

O Metro do Porto transportou no ano passado mais 2,6 milhões de passageiros do que em 2016, com um total de 60,6 milhões de validações, sendo "o melhor registo de procura de sempre", anunciou hoje a empresa.

De acordo com os dados de 2017, ainda preliminares, o metro totalizou 60,6 milhões de validações, o que corresponde a um crescimento de 4,5% face aos 58 milhões de 2016, segundo informação avançada pela Lusa.

Os números demonstram que "todas as linhas da rede deram um contributo positivo para o crescimento, com destaque, em termos absolutos, para o tronco comum Senhora da Hora - Estádio do Dragão", responsável por quase 50% do aumento das validações, com um acréscimo de cerca de 1,3 milhões de clientes e uma subida de 4,1%, referiu fonte da empresa.

A Linha Amarela, que liga o Hospital de São João a Santo Ovídio (Vila Nova de Gaia) "representa um terço dessa subida, com mais de 800 mil novos clientes, equivalente a 4,9% de crescimento".

Jorge Delgado, presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto, acrescentou que analisa os números alcançados em 2017 num quadro de "aumento da atividade económica e do emprego na Área Metropolitana do Porto, o que gera maiores necessidades de mobilidade aos cidadãos, e também de crescimento do turismo".

O responsável destacou, ainda, "a elevada qualidade do serviço e a fiabilidade, que são os principais fatores que fazem do Metro uma referência de confiança".

Em termos percentuais, a Linha Violeta (E), que serve o aeroporto do Porto, foi a que mais cresceu (11%), o que leva a Metro do Porto a estimar que, em 2017, mais de 1,9 milhões de pessoas tenham utilizado o metro em deslocações de e para o aeroporto.

A Linha Azul (A) registou um crescimento de 5,8%, a Vermelha (B) de 2,8%, a Verde (C) de 2,9% e a Laranja (F) de 4,6%.

"O crescimento foi razoavelmente estável durante todo o ano e verificou-se em praticamente todos os meses. Todos os trimestres tiveram comportamento positivo face ao período homólogo", concluiu.

Atualmente o Metro conta com seis linhas e 82 estações, numa extensão total de 67 quilómetros. Está já prevista a expansão da rede, com uma ligação entre São Bento e a Casa da Música (Linha Rosa) e com o prolongamento da Linha Amarela até Vila D'Este (Vila Nova de Gaia), num investimento de cerca de 4,7 milhões de euros.