Sociedade

Quase mais duas mil pessoas a querer viver na Sé

O concurso lançado pela Sociedade de Reabilitação Urbana para arrendamento de 39 frações no Morro da Sé, no Centro Histórico da cidade, registou um total de 1.750 candidaturas. A revelação já tinha sido feita pelo vereador independente Rui Loza, também administrador da Porto Vivo, na passada terça-feira, em reunião de Câmara. A informação foi, entretanto, confirmada pelo site da sociedade que é participada pela Câmara do Porto.

Face à elevada afluência de candidaturas, a Porto Vivo anunciou
que o calendário inicialmente previsto foi reajustado, pelo que a lista
de candidatos admitidos a sorteio passa a estar disponível para consulta a partir do
dia 20 de março, na sede da sociedade, estando o ato do sorteio público
marcado para 7 de abril, às 14,30 horas.

Recorde-se que o período de candidaturas ao concurso encerrou
no dia 10 de fevereiro. As 39 frações disponíveis correspondem a 28
apartamentos e 11 espaços comerciais, distribuídos pelas ruas dos Mercadores,
Sant'Ana, Bainharia e Pelames, além do Largo da Pena Ventosa e da Viela do
Anjo.


Na altura do lançamento do concurso, a Porto Vivo, tinha como expectativa atrair cerca de 70 novos moradores para a zona da Sé.



De acordo com regulamento do concurso, a prioridade na
escolha das candidaturas será dada a senhorios do Centro Histórico que precisem
de realojar temporariamente os inquilinos para reabilitar as suas casas, bem
como a agregados com filhos menores.