Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Alunos da U.Porto vão estudar em 42 países e 4 continentes
17-07-2017

A Reitoria da Universidade do Porto, através do Serviço de Relações Internacionais da Universidade, organizou no dia 13 de julho um almoço-convívio com os alunos que partem em mobilidade internacional este próximo ano letivo.


Cerca de 1232 estudantes vão continuar o seu programa de estudos no estrangeiro, graças aos programas e às parcerias bilaterais de mobilidade internacional que a Universidade do Porto mantém com instituições de ensino superior de todo o mundo.


No próximo ano letivo de 2017/2018, estudantes portugueses da U.Porto vão representar a Universidade do Porto em 42 países de quatro continentes: África, América, Ásia e Europa. Itália (192 estudantes), Espanha (184), Brasil (98), Polónia (95) e República Checa (89).


Estes são os destinos mais escolhidos, mas entre as 42 nacionalidades eleitas por estes 1232 estudantes encontram-se países como a África do Sul, a Alemanha, o Canadá, o Chile, a Colômbia, os Estados Unidos da América, a Finlândia, o Japão, o México, o Peru ou Taiwan.



Os acordos bilaterais e os programas internacionais como Erasmus+ (Estudos e Estágio), Santander, Freemovers, SMILE, Almeida Garret e International Credit Mobility, permitem aos estudantes da U. Porto realizar um período de mobilidade internacional de um semestre ou o ano letivo completo em universidades parceiras da U.Porto.


Cada vez mais os estudantes da U. Porto aproveitam a oportunidade para ter uma experiência internacional durante a sua formação superior, sendo que se registou um aumento do número de estudantes em mobilidade internacional em relação ao presente ano letivo.


De igual modo, mas em sentido inverso, a Universidade do Porto acolheu este ano estudantes de 167 nacionalidades diferentes. Foram cerca de 4000 estudantes que escolheram a U.Porto para realizar um período de estudos em mobilidade internacional ou para realizar um curso completo.